YouTube está punindo vídeos relacionados a criptomoedas.

0 932

Alguns canais de criptomoedas no Youtube viram seus vídeos removidos ontem (23). Não está claro quantos canais foram afetados até agora, mas três já foram confirmados, incluindo o canal É TopSaber Bitcoin.

O YouTube poderia estar reprimindo vídeos relacionados as criptomoedas? Segundo relatos recentes, essa operação está acontecendo enquanto falamos. Alguns canais importantes do YouTube, especializados em criptomoedas, relatam que estão sujeitos à sinalização de conteúdo.

A mudança foi completamente inesperada e deixou muitos no espaço da Blockchain se perguntando se isso pode ser o começo de algo maior.

Uma repressão aos criadores de conteúdo relacionado a criptomoedas no YouTube.

Chris Dunn (@ChrisDunnTV) twittou que a maioria de seus vídeos relacionados a criptomoedas foram removidos totalmente da plataforma. A justificativa citada era “conteúdo nocivo ou perigoso” e “venda de produtos regulamentados“. O canal existe há 10 anos e possui mais de 200.000 assinantes e mais de 7 milhões de visualizações.

Outro Youtuber de criptomoedas que também relatou uma situação semelhante foi o BTC Sessions (@BTCsessions) de três anos atrás, citando “conteúdo perigoso“. O tópico do vídeo eram apenas carteiras e locais para usar o Bitcoin.

O mesmo aconteceu com vários canais aqui no Brasil, alguns dos principais canais de criptomoedas tiveram seus vídeos removidos por infringir a mesma política, incluindo o canal É TopSaber Bitcoin.

Saiba exatamente o que aconteceu com nosso canal no youtube e como vamos continuar mantendo nossos seguidores atualizados.

Quem é responsável?

Atualmente, não está claro quem é responsável. Atualmente, não há evidências que o próprio YouTube seja responsável pela remoção desse conteúdo, também não anunciaram novas diretrizes de conteúdo.

Por outro lado, há relatos de que este é um ataque organizado por um grupo que está reportando vídeos em massa, como Chico Crypto descobriu informações sobre um grupo que aparentemente orquestrou os ataques. Porém, o grupo não pode ser o único responsável.

Se o YouTube está, de fato, deletando canais relacionados a criptomoedas, em breve poderemos ver um êxodo máximo de pessoas adotando alternativas como a COS TV.

Fonte beincrypto
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.