VanEck e SolidX oferecem produto semelhante ao ETF de Bitcoin para instituições.

0 1.071

Enquanto a Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC) até agora bloqueou uma série de ETFs de Bitcoin propostos, duas empresas pretendem lançar uma opção mais limitada esta semana.

Anunciada terça-feira, a VanEck Securities e SolidX Management – que já haviam decidido sobre o ETF de Bitcoin proposto adiado pela SEC – revelaram que estão tomando uma rota incomum para contornar os obstáculos regulatórios.

As ações do ETF do Bitcoin serão oferecidas de acordo com a Regra 144A da SEC, que permite a venda de valores mobiliários de participação privada a certos investidores institucionais.

Embora não seja de fato um verdadeiro fundo negociado em bolsa, o produto é semelhante. Ed Lopez, chefe do produto ETF da VanEck, disse que a oferta “permite que ações sejam criadas e resgatadas como ETFs, mas não é um ETF”.

“Ao contrário de um ETF,  ele não está listado em uma bolsa nacional, mas é citado na plataforma OTC Link ATS. Esse é um tipo de oferta pioneira. Dado que será negociado no mercado de balcão através de transações entre corretores, estamos casualmente nos referindo a ele como um Broker Traded Fund, um BTF”, disse Lopez.

ETF Bitcoin de VanEck e SolidX será lançado em 5 de Setembro.

De acordo com a reportagem, as empresas de gestão de investimentos planejam começar a venda no dia 5 de Setembro, de acordo com a Lei 144A da Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC), que permite a venda de valores mobiliários de capital fechado a “compradores institucionais qualificados”.

Ao se valer da isenção da SEC, VanEck e Solid poderão oferecer ações de seu VanEck SolidX Bitcoin Trust a instituições como bancos e fundos de cobertura, mas não a investidores de varejo, observa a reportagem.

Enquanto isso, Van Eck e SolidX ainda estão aguardando a aprovação da SEC para sua solicitação de 2018 para um ETF de Bitcoin. As empresas afirmam que a versão limitada do fundo mostrará ao regulador que um ETF Bitcoin pode funcionar.

Sobre a Regra 144A:

A Regra 144A é uma das regras mais populares utilizadas em todo o mundo para aumentos de capital, juntamente com o Regulamento S ou regra Reg S.

É uma regra adotada nos termos da Lei de Valores Mobiliários dos EUA de 1933 e oferece um porto seguro de registo para determinadas revendas privadas de instrumentos financeiros restritos a uma classe de investidores chamada de “QIBs”.

Compradores institucionais qualificados, ou QIBs, são investidores institucionais ou investidores credenciados com participações de pelo menos US $ 100 milhões em ativos. A regra 144A impõe várias condições para a revenda desses títulos, incluindo um período mínimo de posse, bem como um limite de unidades vendidas e uma metodologia a aplicar no ato venda.

Fonte coindesk

Compartilhe sua opinião.

%d blogueiros gostam disto: