USDT é um investimento melhor que o bitcoin? – CriptoAtivo

0 124

Apesar de o bitcoin ser destaque no mercado blockchain, ele não é a única forma de investimento desse meio. Há diversas altcoins, ativos alternativos ao bitcoin, que ganham notoriedade a cada dia. Mas se você é um investidor mais conservador, pode ter algum receio de entrar nos ativos mais voláteis. Aí pode se perguntar: como posso ter exposição a esse mercado sem ter que me preocupar com subidas e descidas dos criptoativos frente a moeda fiduciária? Sua resposta pode ser as stablecoins, moedas estáveis. Elas não flutuam tanto como o bitcoin e demais criptoativos, pois estão atreladas a um ativo do “mundo real”, como o dólar, por exemplo.

Um dos grandes destaques de stablecoin é o USDT, ativo lastreado ao dólar americano. Será que ele é uma aposta boa para 2021? O token está no top três do mercado blockchain em capitalização, isso já mostra como chama a atenção de grandes investidores. Afinal, está atrás apenas do bitcoin e do Ethereum. Entenda agora a história por trás desse ativo digital e saiba se ele pode ser a escolha ideal para você.

O que é o USDT?

USDT é uma stablecoin lastreada em dólar que nasceu com o intuito de trazer estabilidade para os investidores mais conservadores. A meta do USDT é sempre valer US$1. O USDT só pode chegar no mercado blockchain se dólares forem depositados na conta da Tether, emissora da stablecoin.

Isso realmente acontece?

A verdade é que não. O USDT se tornou um grande parâmetro no mercado de criptomoedas e não consegue ficar sempre na marca de US$1. Só para exemplificar, em 2018, chegou a ser cotado a US$0,83, de acordo com os dados do CoinMakertCap.

Será que vale a pena investir na stablecoin?

Apesar desse incidente de 2018, o USDT pode ser a melhor opção para você que não deseja passar por flutuações desse mercado. Além disso, a stablecoin é útil para quem tem problemas para utilização de dólares em suas transações. Os problemas legais com os bancos são uma dessas dificuldades, que normalmente outros criptoativos enfrentam.

Sem a interferência de bancos e barreiras entre países, o USDT reduz custos e agiliza transações. Você também não precisará se preocupar com taxas de conversão como se estivesse investindo em ativos digitais voláteis, pois o USDT está vinculado à moeda americana.

Quais as expectativas para o USDT?

O mercado espera que a popularidade do ativo estável continue crescendo e que seus investidores tenham bons retornos nos próximos 3 a 5 anos. Ou seja, um investimento de longo prazo, menos instável que os demais criptoativos.

Receba gratuitamente o Guia Prático do Bitcoin.

Credit: Fonte

Compartilhe sua opinião.

%d blogueiros gostam disto: