Trustless Proof of Stake – Mais uma invenção da Stakenet para a Comunidade.

0 539

Para conhecermos e entendermos melhor o Trustless Proof of Stake, primeiro temos que voltar ao passado. A cerca de 6 anos e 5 meses atrás, veio ao mundo o primeiro bloco da Peercoin (PPC), criptomoeda idealizada por Scott Nadal e Sunny King. Junto com essa nova criptomoeda no mercado, havia também uma ideia nova, ou melhor, solução. Solução para os problemas enfrentados pelo Bitcoin.

Um dos problemas de blockchains Proof of Work, não só do Bitcoin, é que dependem de uma grande quantidade de poder computacional e uma grande quantidade de energia elétrica, quanto maior o poder computacional, maior é a energia elétrica necessária para manter os equipamentos ligados para executar o processo. E foi pensando em solucionar esses problemas que Scott Nadal e Sunny King criaram e implementaram o Proof of Stake na Peercoin, a primeira criptomoeda a ter esse método de validação de transações.

No Proof of Stake não é necessário ter um maquinário específico, poder computacional, ou gastos exorbitantes com energia elétrica. Tudo o que é necessário é provar que possui a criptomoeda em questão para rede, para ser apto a validar transações e receber recompensas do bloco-recompensa de acordo com a quantidade de criptomoeda que provou-se ter.

Essa foi a solução encontrada a mais de 6 anos atrás, e aderida por vários projetos blockchain desde então. Mas, mesmo sendo uma solução ao Proof of Work, ela por si só tem problemas. Uma delas é a baixa adesão pela comunidade de uma forma geral, causados por inconvenientes a qual a equipe X9 de desenvolvedores da Stakenet resolveu em meados de março de 2018.

Algumas das principais queixas que leva à baixa adesão são:

1- Manter o computador ligado 24/7 com a carteira da criptomoeda em questão online e desbloqueada.

2- Gastos com VPS

3- Configuração da VPS

4- Verificação periódica da conexão com a internet

5- Gastos com energia elétrica para manter o computador ligado 24/7

6- Baixa segurança por manter a carteira online

Com a baixa adesão da comunidade, a blockchain fica mais propícia a centralização, e a centralização leva a ataques de 51% com maior facilidade, já que poucas pessoas estão a tornando descentralizada.

Para resolver isso, a equipe de desenvolvedores da Stakenet criou o Trustless Proof of Stake. Com ele é possível passar todos esses inconvenientes para outra pessoa que esteja disposta a passar por eles. Tudo isso por meio de um contrato. Essa pessoa, ou merchant como é chamado, é um prestador de serviço, que tem total responsabilidade em executar o Proof of Stake após o contrato ser firmado na blockchain, no lugar no detentor do saldo.

No contrato, é definido a porcentagem que o merchant irá receber das recompensas de staking pelo trabalho realizado, que varia de 1% a 99%. Isso é, se a recompensa de staking for de 10 unidades de criptomoeda e, a porcentagem previamente definida no contrato for de 5%, logo, o merchant ficará com 0,5 das 10 que foi gerado de staking. Por sua vez, o detentor dos fundos, a pessoa que contratou o merchant, ficará com 9,5. Toda essa ultima parte é feito automaticamente pela rede, não é necessário trabalho manual algum.

Não é necessário se eleger ou passar por um “concurso” para ser um merchant, qualquer um pode se tornar um prestador de serviço para a comunidade. Basta ter uma carteira e um IP estático ou uma VPS para estar apto a fornecer o serviço. Para controlar a qualidade do serviço oferecido pelos merchant, a Stakenet irá implementar na cloud.stakenet.io um sistema de avaliação, por conta que, um merchant pode fornecer seu serviço para dezenas, centenas e até para milhares de pessoas, por isso é importante tem um sistema de avaliação e, também, para a qualidade do serviço oferecido ser sempre competitiva entre os merchants, assim como a porcentagem das recompensas de staking.

Algumas das vantagens para detentores de fundos que utilizam esse sistema são:

Segurança: O saldo pode ficar em armazenamento offline, bem longe dos perigos da que a internet esconde -uma das grandes vantagens do Trustless Proof of Stake- O saldo da carteira do detentor não é possível ser movimentado pelo merchant, ele não tem posse ou contato algum, apenas reconhece o valor para ser feito staking.

Praticidade: O contrato é firmado em poucos passos por parte do portador do saldo na carteira. É necessário apenas o endereço merchant node, porcentagem a ser dada ao merchant, valor a ser colocado em staking e 1 XSN para transmitir o contrato para a rede. O detentor tem total posse do valor que está em staking por meio do merchant, de modo que, a qualquer momento, ele pode movimentar essas moedas sem nenhuma restrição de quantidade ou horário.

Conforto: O portador do saldo não se submete a executar qualquer tipo de ação relacionado ao Proof of Stake como vimos anteriormente, com todos aqueles aparatos de VPS ou computador ligado 24/7. As recompensas de staking caíram na carteira independentemente se está offline. Isso traz comodidade. O seu capital está trabalhando para você 24 horas por dia, sete dias por semana, e você não precisa se preocupar com nada.

Já a vantagem para o merchant é que não é necessário ter propriamente a criptomoeda para ser apto a ter um renda passiva proveniente das recompensas de staking. Apenas oferecendo o serviço e recebendo uma porcentagem por cada recompensa de staking de seus, de certa forma, clientes, já é possível ter uma renda.

Como falado anteriormente, quanto menor a adesão pela comunidade de uma forma geral, descentralizada, maior são as chances de uma blockchain sofrer um ataque de 51%. A Stakenet, de certa forma, retirou todos os obstáculos que antes impediam essa adesão do Proof of Stake e também criou um serviço para a comunidade.

Compartilhe sua opinião.

%d blogueiros gostam disto: