ÉTopSaber Notícias e Criptomoedas

Redes sociais

Tesouro dos EUA aumentará o foco no combate à atividade financeira ilícita por meio de criptografia e tecnologia emergente

Aml Law Crypto .jpg

Compartilhe:

O Departamento do Tesouro dos EUA pretende colocar uma ênfase significativa na abordagem dos riscos representados pelas criptomoedas e outras tecnologias emergentes nos próximos meses através de uma regulamentação abrangente.

O Tesouro fez dos ativos digitais uma área-chave de foco em seu plano de 2024 Estratégia Nacional de Combate ao Terrorismo e Outros Financiamentos Ilícitos relatório.

A estratégia delineou uma abordagem abrangente para mitigar a utilização indevida destas tecnologias por parte de intervenientes ilícitos, promovendo ao mesmo tempo um sistema financeiro transparente e seguro.

Fechando lacunas regulatórias

O relatório do Tesouro destacou a ambiente de ameaças em evoluçãocom as organizações criminosas a aproveitarem cada vez mais a criptografia e outros ativos digitais para facilitar atividades ilegais, como o branqueamento de capitais, o financiamento do terrorismo e o cibercrime.

A Estratégia 2024 visa colmatar lacunas regulamentares, melhorar as ações de aplicação da lei e reforçar a cooperação internacional para combater eficazmente estas ameaças. O Tesouro pretende implementar regulamentações abrangentes para ativos digitais e provedores de serviços de ativos virtuais (VASPs).

Além disso, o Tesouro irá propor regras para impor programas de combate ao branqueamento de capitais e ao financiamento do terrorismo (AML/CFT) para consultores de investimento e aumentar a transparência nas transações imobiliárias não financiadas. Também monitorará e adaptará regras para tecnologias emergentes como DeFi para evitar que criminosos as explorem.

O relatório também afirma que o aumento da eficácia operacional das autoridades policiais e de outras agências governamentais continua a ser crucial. A estratégia inclui iniciativas para fornecer formação robusta, aproveitar tecnologias avançadas como IA e análise de blockchain, e promover parcerias público-privadas para partilhar informações vitais sobre atividades ilícitas.

O Tesouro enfatizou a importância da colaboração internacional para combater o financiamento ilícito, trabalhando com parceiros globais para reforçar as normas ABC/CFT e partilhar informações para desmantelar redes criminosas transfronteiriças.

Avanço tecnológico responsável

O Tesouro também dará prioridade ao apoio a avanços tecnológicos responsáveis. A estratégia defendeu o desenvolvimento de soluções seguras de identidade digital e promoveu a inovação em tecnologias de conformidade ABC/CFT no sector privado.

O Tesouro pretende finalizar estes regulamentos e continuar abordando vulnerabilidades em sectores que não estão actualmente sujeitos a medidas abrangentes de LBC/CFT.

O relatório destacou a necessidade crítica de permanecer vigilante e responder a novas ameaças. A modernização em curso do regime ABC/CFT garantiu que tanto o sector público como o privado pudessem enfrentar eficazmente os riscos financeiros ilícitos mais significativos.

Apesar dos avanços significativos, o Tesouro reconheceu os desafios constantes no combate às atividades ilícitas. Acrescentou que a crescente sofisticação dos intervenientes ilícitos, especialmente no espaço dos activos virtuais, exige adaptação e inovação contínuas nos quadros regulamentares e de execução.

O Tesouro apelou a recursos adicionais e apoio legislativo para reforçar os seus esforços na supervisão e fiscalização do cumprimento entre instituições financeiras não bancárias e novos participantes no mercado.

A Estratégia 2024 reafirmou o compromisso do governo dos EUA em manter um sistema financeiro seguro e transparente. Ao abordar os riscos associados aos ativos digitais e ao promover a colaboração internacional, o Tesouro pretende criar um ambiente resiliente que dissuada atividades ilícitas e apoie a inovação financeira legítima.

Fonte

Leave a Comment