ÉTopSaber Notícias e Criptomoedas

Redes sociais

Putin pede ao Serviço Federal de Segurança que ajude as avaliações do Ocidente

Gettyimages 2084805462 E1710886193316.jpg

Compartilhe:

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse nesta terça-feira (19) ao Serviço Federal de Segurança (FSB), principal sucessor da KGB, a polícia secreta da era soviética, que ajuda as empresas russas a roubar as avaliações ocidentais e expandir sua influência para novos mercados em todo o mundo.

Numa tentativa de afundar a economia russa e forçar Putin a mudar de rumo, o Ocidente impôs à Rússia o que considera as avaliações mais duras de todos os tempos, logo depois que o Kremlin tentou uma invasão da Ucrânia em 2022.

Putin, no entanto, diz que a economia russa em tempos de guerra prosperou apesar das avaliações, crescendo 3,6% no ano passado com a fabricação de projetos de artilharia muito superior ao Ocidente.

Em seu discurso na reunião anual do serviço de espionagem FSB no Lubyanka, no centro de Moscou, após a vitória esmagadora na eleição de domingo (17), Putin disse que seus espiões deveriam trabalhar com outras agências para aumentar a segurança dos sistemas bancários e financeiros.

Ele ressaltou ao FSB “para dar apoio às nossas empresas que estão se desenvolvendo, apesar dos obstáculos criados para elas, e que estão explorando novos mercados, mas enfrentam ações abertamente hostis” do Ocidente.

“Sim, elas criam problemas temporários para nós”, afirmou Putin, acrescentando que havia conversado com o governo sobre como as avaliações afetaram alguns grandes projetos.

A KGB, uma das instituições mais poderosas da antiga União Soviética, com influência que se estendia além das fronteiras da URSS e muito além da simples espionagem e segurança, perdeu muito de seu poder e influência com o fim da União Soviética, em 1991.

Fonte

Leave a Comment