ÉTopSaber Notícias e Criptomoedas

Redes sociais

Promotores levantam preocupações sobre advogados que defendem SBF, Mashinsky

Lawyer Courtroom.jpg

Compartilhe:

Os promotores dos EUA têm Requeridos uma audiência especial para investigar potenciais conflitos de interesse envolvendo advogados que representam duas figuras notáveis ​​no mundo criptográfico: Sam Bankman-Fried (SBF), ex-CEO da FTXe Alex Mashinskyo ex-chefe da Celsius Network.

Ambos os indivíduos enfrentam atualmente acusações criminais relacionadas com fraude após o colapso das respetivas empresas devido a má gestão.

O pedido de audiência de Curcio, com o objetivo de tratar desses potenciais conflitos jurídicos, foi feito em cartas enviadas aos juízes que presidem os processos contra SBF e Mashinsky em 6 de fevereiro.

Audiência de Curcio

No centro da preocupação estão os advogados Marc Mukasey e Torrey Young, que registaram as suas presenças em ambos os casos, levantando questões sobre o potencial de interesses conflitantes.

O entrelaçamento da FTX e da Celsius, conforme descrito pelos promotores, destaca a complexa teia de transações e relacionamentos financeiros que definem esta saga jurídica.

Notavelmente, Celsius havia se envolvido em negociações financeiras com Alameda Pesquisa, uma entidade intimamente associada à SBF, com algumas transações supostamente envolvendo o uso de fundos de clientes. Esta intrincada relação entre as duas empresas levou a preocupações sobre se a representação legal da SBF e da Mashinsky poderia ser comprometida.

Os promotores apontaram que a narrativa em torno do colapso de Celsius incluiu alegações de Mashinsky de que a Alameda Research desempenhou um papel na queda, potencialmente implicando as ações da SBF.

Esta situação apresenta um cenário em que os argumentos jurídicos de um arguido podem inadvertidamente impactar a defesa do outro. As cartas do governo ao tribunal sugerem que, apesar destes potenciais conflitos, as questões podem não ser intransponíveis.

Os juízes podem renunciar a estas preocupações se as considerarem administráveis, permitindo que a SBF e Mashinsky prossigam com a sua atual representação legal, desde que estejam plenamente informados dos riscos e concordem com isso.

Problemas legais

Os problemas jurídicos da SBF começaram com sua acusação em 2022, após o colapso da FTX. Depois de ser extraditado das Bahamas para os EUA, ele enfrentou um julgamento com júri que terminou com sua convicção em múltiplas acusações de fraude criminal.

Dele sentença está marcado para 28 de março, em meio a especulações de que ele poderá não enfrentar um segundo julgamento originalmente marcado para março de 2024 devido à sua condenação anterior.

Alex Mashinsky enfrenta seu próprio conjunto de acusações, incluindo fraude de valores mobiliários, fraude eletrônica e conspiração para cometer fraude, decorrentes de seu mandato na Celsius. Ele deixou o cargo de CEO em setembro de 2022 e atualmente é sob fiançacom seu julgamento marcado para 17 de setembro.

À medida que o governo dos EUA intensifica o seu escrutínio dos crimes relacionados com as criptomoedas, os resultados destes casos poderão estabelecer precedentes significativos para os padrões legais e a aplicação no espaço da moeda digital.

Fonte

Leave a Comment