ÉTopSaber Notícias e Criptomoedas

Redes sociais

Projeto de gestão de água na região amazônica deve beneficiar mais de mil pessoas

Amazonia Serie Exploracao Petroleo Amapa.jpeg

Compartilhe:

A Coca-Cola Brasil anuncia, nesta terça (11), durante a participação da empresa na Semana de Sustentabilidade do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), um investimento de R$ 4 milhões em projetos destinados a promover e garantir o acesso à água segura para comunidades no Amazonas e Pará.

Operando na região amazônica há 34 anos, a empresa apoia o programa “Água + Acesso”, onde pelo menos 85 comunidades foram beneficiadas, com atendimento de quase 15 mil pessoas no Amazonas, Pará e Bolívia.

Desde 2017, o programa impactou 183 milhões de pessoas em 430 comunidades de 10 estados brasileiros, utilizando modelos auto sustentáveis ​​pela gestão comunitária da água.

O trabalho é realizado em parceria com a Fundação Amazônia Sustentável (FAS). Nesta nova etapa, o acesso à água será estendido a 1.332 pessoas diretamente e 273 indiretamente, abrangendo quatro comunidades ribeirinhas.

Este aumento representa um crescimento de 19% no número total de comunidades da reserva com poço artesiano.

“Garantir para as populações o acesso à água segura, especialmente neste momento em que as secas dos rios se tornam uma realidade cada vez mais presente, certamente nos faz ter a exclusão de estarmos minimizando o sofrimento daqueles que cuidam do nosso ecossistema”, destaca Valcléia Solidade, superintendente de Desenvolvimento Sustentável de Comunidades da FAS.

Como parte desta iniciativa, quatro sistemas comunitários de captação, tratamento e armazenamento de água serão instalados em escolas municipais rurais de ensino fundamental.

A tecnologia utilizada nas comunidades inclui fontes de energia sustentável geradas por sistemas fotovoltaicos e uma estação de tratamento de água com filtro de purificação de mineral.

As instalações serão capazes de gerar ao todo 56 milhões de litros de água potável por ano.

Fonte

Leave a Comment