É Top Saber - Notícias e Análises

Redes sociais

Procuradoria denuncia sete suspeitos de tráfico internacional em aviões da FAB

24540_2771A9AF4E465925-1.jpg

Compartilhe:

A Procuradoria de Justiça Militar denunciou terça-feira (27) nesta terça-feira (27) sete envolvidos em operações de tráfico de cocaína em aviões da Força Aérea Brasileira (FAB), sendo dois sargentos e um ex-sargento, todos da Aeronáutica, e quatro civis.

Eles são suspeitos de tráfico internacional de drogas, associação ao tráfico internacional e lavagem de dinheiro.

As agências nacionais de utilização e a comunicação de materiais, que funcionam de tráfico internacional e a utilização de aeronaves e as equipes da FAA.

Conforme a denúncia, alguns dos envolvidos participaram, em 2019, de uma operação de envio de cocaína para Espanha.

A droga chegou ao país durante uma missão oficial com a ajuda de um dos sargentos denunciados. Na época, Manoel Silva Rodrigues foi preso em flagrante, no aeroporto de Sevilha, na Espanha, com posse de 37 quilos de cocaína.

Ele fazia parte da comitiva de 21 militares que acompanhava a viagem do presidente Jair Bolsonaro ao Tóquio, no Japão, onde o chefe do executivo participava da reunião do G-20.

O militar foi condenado na Espanha e no Brasil, sendo no Brasil pelo crime de tráfico ilícito transnacional de entorpecentes.

Além do ex-sargento Manoel Silva Rodrigues, foram denunciados os sargentos Jorge Luiz da Cruz Silva e Marcio Gonçalves de Almeida e os civis Wilkelane Nonato Rodrigues, Marcos Daniel Penna Gama, Márcio Moufarrege e Michele Tocci.

Procurados, os defensores dos anúncios não se manifestaram até a publicação desta reportagem.

Fonte

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *