É Top Saber - Notícias e Análises

Redes sociais

Prefeitura do Rio de Janeiro divulga esquema especial para Réveillon em Copacabana

tagreuters.com2022binary_LYNXMPEI000NL-FILEDIMAGE.jpg

Compartilhe:

Após dois anos de restrições, a Prefeitura do Rio de Janeiro divulgou, nesta segunda-feira (26), o esquema operacional para o réveillon 2023.

O rio retoma a festa completa, com dois palcos em Copacabanana Zona Sul, com shows de Zeca Pagodinho, Iza, Mart’nália, Preta Gil, Gilsons e Alexandre Pires, além de outros nove pontos de celebração pela cidade.

No dia 31 de dezembro, os bloqueios em Copacabana e no Leme começam a partir das 7h, com a interdição da pista da Avenida Atlântica junto à orla, como ocorre nos fins de semana e feriados. Às 16h, estará totalmente interditada nos dois sentidos. Às 19h30, haverá o fechamento de todos os acessos ao bairro, com exceção de ônibus e táxis que poderão ter acesso a Copacabana até às 22h.

O estacionamento estará proibido em toda a extensão da Avenida Atlântica e nas suas vias de acesso e saída a partir das 18h de sexta-feira (30).

A partir das 5h do dia 1º os acessos à Copacabana serão liberados para todos os veículos. No entanto, a Avenida Atlântica, em ambas as pistas, continua interditada. A partir das 10h, a pista junto aos prédios da Avenida Atlântica será aberta e funcionará com a mão invertida, como ocorre aos domingos e feriados.

“O Réveillon do Rio de Janeiro é o maior do planeta e este ano não vai ser diferente. Temos algumas inovações, muita tecnologia e, além de Copacabana, fomos inspirados pela cidade, democratizando a festa. Depois de dois anos sem as pessoas podem confraternizar nesta data, estamos de volta, com um Réveillon com concepção de sustentabilidade. Ano passado foi somente uma queima de fogos, mas agora as pessoas vão poder voltar a celebrar e se abraçar nessa grande festa do mundo”, disse o presidente da Riotur, Ronnie Costa.

O maior Réveillon do mundo terá uma queima de fogos inédita, com bombas mais modernas e tecnológicas. Na chegada de 2023, à meia-noite, o céu de Copacabana se iluminará com um espetáculo de 12 minutos de fogos. No total, serão dez balsas, com um distanciamento de 25 metros entre elas. O sistema de tiro é de conexão via GPS, que monitora e aciona cada uma delas.

Também são novidades a revista com detectores de metais e instalação de 30 torres de observação com canhão de luz. Serão 15 estruturas no calçadão e 15 na faixa de areia, próximo a água. O objetivo é evitar a entrada de facas e armas de fogo e evitar furtos e roubos durante uma festa.

Além de Copacabana, as comemorações pela chegada de 2023 serão realizadas em outros nove pontos da cidade: Flamengo, Ilha do Governador, Madureira, Paquetá, Guaratiba, Penha, Ramos, Sepetiba e Barra da Tijuca.

O Réveillon 2023 é organizado por 30 órgãos públicos. Segundo a Prefeitura, serão 195 profissionais da CET-Rio para coordenador do trânsito nas ruas e cerca de 1.500 agentes e guarda municipal para ações de ordenamento e apoio ao trânsito. Os festejos contarão com mais de 4 mil garis. Em Copacabana haverá quatro postos médicos e cerca de 30 atendimentos para atendimentos.

Fonte

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *