ÉTopSaber Notícias e Criptomoedas

Redes sociais

Prefeitura de Cajamar (SP) demite secretário de Segurança após sumiço de armas da GCM

Cajamar.jpg

Compartilhe:

A prefeitura de Cajamar (SP), na Grande São Paulo, oficializou na edição do Diário Oficial publicado na última sexta-feira (12) a demissão da chefia da área de Segurança Pública da cidade. As exonerações ocorreram depois que 26 armas sumiram de uma base da Guarda Civil Municipal (GCM).

Conforme publicado no Diário Oficial, foram exonerados o secretário municipal de Segurança e Defesa Social, Edmilson José Padovani, e o secretário-adjunto da pasta, Jurandi do Carmo Silva. Também deixou a carga o comandante do GCM, Cássio Aparecido Gonçalves.

Na mesma edição, foram nomeados como secretário e secretário-adjunto de Segurança Antonio Braz e Reinaldo José Gomes, respectivamente. Para a carga do comandante interno da GCM, foi escolhido o nome de Aguimar Pereira da Silva.

A CNN chegou à prefeitura para comentar as exonerações, mas ainda não obteve retorno. Na quinta-feira (11), quando o caso veio à tona, a administração municipal disse que evitaria os agentes envolvidos no caso e garantiu que “reafirma seu compromisso inabalável com a transparência, ética e legalidade em todas as suas ações, cooperando integralmente com as autoridades competentes para esclarecer os fatos”.

O desaparecimento das 26 armas está sendo investigado pela Polícia Civil. O boletim de ocorrência sobre o sumiço dos materiais foi registrado na terça-feira (9).

A prefeitura não detalhou quais armas desapareceram. Em agosto de 2020, o município anunciou que havia recebido novos armamentos para o efetivo da Guarda Civil Municipal. Na época, 60 pistolas .40 e 8 carabinas .40 foram adquiridas pela administração.

Fonte

Leave a Comment