ÉTopSaber Notícias e Criptomoedas

Redes sociais

Polônia e Ucrânia prometem fim de atrito político e cooperação na área de defesa

2024 01 22t135809z 1 Lynxmpek0l0he Rtroptp 4 Ucrania Crise Polonia Atrito.jpg

Compartilhe:

Líderes da Polônia e da Ucrânia se comprometeram nesta segunda-feira (22) a enfrentar uma disputa política espinhosa, que prejudicou sua aliança crítica em tempo de guerra, e a cooperação na área de defesa, à medida que a invasão da Rússia se aproxima de seu terceiro ano.

Na sua primeira visita à vizinha Ucrânia como primeiro-ministro da Polónia, Donald Tusk transmitiu uma mensagem de amizade ao presidente ucraniano Volodymyr Zelenskiy e disse que ambos os lados “chegaram a um entendimento comum” sobre os protestos dos caminhoneiros poloneses.

“A Polônia fará tudo para aumentar as chances de vitória da Ucrânia nesta guerra”, disse Tusk em conferência de imprensa conjunta.

Varsóvia tornou-se um aliado fundamental de Kiev na procura pelo apoio financeiro e militar do Ocidente contra a Rússia, mas as relações entre os dois países se deterioraram nos últimos meses, quando os bloqueios na fronteira prejudicaram a economia da Ucrânia.

Os caminhoneiros concordaram na semana passada em suspender os protestos, que tinham como objetivo revogar o acesso gratuito dos motoristas ucranianos à União Europeia, até 1º de março.

“Compreendemos a profundidade das razões que levaram a este tipo de situação, mas chamamos a atenção, em primeiro lugar, para a profundidade da ameaça que os nossos povos enfrentam”, disse Zelenskiy, acrescentando que saudou o trabalho de Varsóvia sobre a questão.

Ambos os líderes saudaram os planos de seus países para produção conjunta de armas, e Zelenskiy disse no X, rede social anteriormente conhecida como Twitter, que eles tinham apresentado “uma nova forma de cooperação específica para compras de armas em larga escala para as necessidades ucranianas ”. Ele não deu detalhes.

O novo governo da Polônia está explorando formas de fabricar mais munições e equipamentos militares como parte de um novo pacote de ajuda à Ucrânia, disse o ministro dos Negócios Estrangeiros, Radoslaw Sikorski, na semana passada.

A viagem de Tusk coincide com o Dia da Unidade da Ucrânia, que celebra a unificação em 1919 da Ucrânia ocidental e oriental, que causou inúmeras invasões ao longo de sua longa história.

Zelenskiy marcou o dia anunciando planos para oferecer dupla cidadania ucraniana a ucranianos étnicos e seus descendentes de todo o mundo, exceto a Rússia.

Fonte

Leave a Comment