Policia libera mãe e ex-mulher do “rei do Bitcoin” que estavam sequestadas.

0 1.699

A Polícia Militar conseguiu libertar a mãe e a ex-mulher de Clàudio José de Oliveira, conhecido como “Rei do Bitcoin” e controlador do Grupo Bitcoin Banco.

As mulheres, de 61 e 31 anos, que estavam em cárcere privado na Fazenda Barreiro, no município de Cabeceira Grande, a 650 quilômetros de Belo Horizonte. Zenaide Ribeiro Silva, de 61 anos, e Raquel de Oliveira, de 31, foram sequestradas em Anápolis em Goiás, na manhã de sábado (30)

Depois de horas sob ameça dos sequestradores que as ameçaram de morte, as vítimas foram liberadas pela Polícia Militar na manhã de domingo (1º). A polícia foi acionada pelo proprietário da fazenda que denunciou a movimentação estranha de pessoas desconhecidas na propriedade.

Quando o suspeito percebeu que a polícia se aproximava, fugiu da fazenda em direção à mata, deixando as vítimas presas no local. Raquel relatou que foi abordada por Luís André por volta das 8h30 do sábado em Anápolis. O suspeito com uma arma a forçou entrar no veículo. Depois, a obrigou informar onde estava Zenaide e foi até a feira IAPC, também em Anápolis, onde estava a ex-sogra, que também foi ameaçada com a arma de fogo.

Bitcoin Banco é organização que oferece uma estrutura física para negociações em criptomoedas. Na apresentação, o grupo informa que busca “fomentar a revolução econômica por meio da desmistificação das moedas digitais e trabalhamos para construir um modelo descentralizado de negócios com o olhar voltado para o futuro.”

Os sequestradores parece serem clientes do GBB que, assim como milhares de pessoas, teve seus Bitcoins e criptomoedas bloqueadas nas plataformas do grupo e não conseguiu sacar seus investimentos.

De acordo com o boletim de ocorrência, o sequestro foi realizado por Luís André Martins, de 30, que cobrava uma dívida de R$ 8 milhões do fundador do Bitcoin Banco

Fonte Estado de Minas

Compartilhe sua opinião.

%d blogueiros gostam disto: