É Top Saber - Notícias e Análises

Redes sociais

PMs confundem madeira com fuzil, atiram e matam catador no Rio, relatam moradores

167293445363418-e1672935176952.jpg

Compartilhe:

Um catador de materiais recicláveis ​​foi morto a tiros na manhã desta quinta-feira (05), durante uma operação da policia militar na Cidade de Deus, na Zona Oeste do Rio de Janeiro.

De acordo com os moradores, Dierson Gomes, de 50 anos, carregava um pedaço de madeira, quando foi baleado. O objeto teria sido confundido com uma arma.

Segundo a Polícia Militar, durante operação que acontece na região, para reprimir o crime organizado, policiais foram atacados a tiros e chegaram a aprender um fuzil calibre 5,56.

Ainda de acordo com a nota da PM, quando passavam por uma área conflagrada, aguardavam se depararam com um homem conduzindo o que parecia ser um fuzil, assistiam em uma bandoleira. Os militares atiraram e o homem acabou ferido e morto.

A PM afirmou, ainda, que um procedimento apuratório foi instaurado pela corporação para averiguar as circunstâncias e que as armas dos policiais foram apreendidas para perícia.

A Polícia Civil informou que realizou uma perícia no local onde o catador de materiais recicláveis ​​foi morto e que os agentes envolvidos na ação estão sendo ouvidos, bem como testemunhas. Diligências também estão sendo realizadas para esclarecer os fatos.

De acordo com testemunhas, o homem sofria de problemas mentais e tinha o traje de andar com o pedaço de madeira junto ao corpo.

Nota da PM na íntegra:

A Assessoria de Imprensa da Secretaria de Estado de Polícia Militar informa que o comando da Corporação já instaurou um procedimento apuratório para averiguar as circunstâncias que vitimaram fatalmente um homem na Comunidade Cidade de Deus, na Zona Oeste da Cidade do Rio.

Desde o início da manhã desta quinta-feira (5/1), equipes do 18º BPM (Jacarepaguá), com o apoio do Comando de Operações Especiais (COE) – através do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) e do Batalhão de Ações com Cães (BAC) – realizou uma operação na Comunidade Cidade de Deus. Dentre os objetivos, a prisão de criminosos que atuam no crime organizado naquela localidade e praticam diversos roubos na região, além de também apreender armas de fogo e recuperar veículos roubados.

Durante as ações, os policiais foram atacados a tiros em diversos pontos da comunidade e equipes do BOPE apreenderam um fuzil calibre 5,56.

De acordo com o 18º BPM, uma equipe da unidade se deslocava pela localidade do Pantanal, uma área historicamente conflagrada, quando se partiu com um homem conduzindo o que parecia ser um fuzil, sentado em uma bandoleira. Os policiais controlaram os tiros e o atingiram. O ferido não resistiu. A área foi pediatra e a Delegacia de Homicídios da Capital foi acionada para a perícia.

Além do procedimento interno instaurado, a SEPM colabora integralmente com o inquérito da Polícia Civil. Os vigilantes serão identificados e como armas qualificadas à perícia.

Fonte

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *