Venezuela apresentará criptomoeda Petro ao Grupo Intergovernamental OPEP.

0 273

A Venezuela apresentará sua criptomoeda estatal Petro como uma unidade de conta para o comércio de petróleo bruto para a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) em 2019, informou a companhia petrolífera do país, PDVSA, no seu Twitter no dia 7 de Novembro.

Manuel Quevedo, ministro do Petróleo do país e presidente da petrolífera estatal PDVSA, anunciou em um tweet na quarta-feira, que a Venezuela levará a Petro à Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) em 2019, como “a principal moeda digital apoiada pelo petróleo”.

A Petro é a primeira criptomoeda apoiada por reservas de petróleo. Quevedo disse que os produtos do mercado nacional de hidrocarbonetos em breve serão comercializados em Petros.

Ele também pediu às companhias aéreas e companhias de navegação que se registrem na “carteira digital”, onde podem fazer as transferências necessárias. “A gasolina para aviões, navios, vamos vendê-la em Petro. É a moeda da Venezuela”, disse ele.

O que é OPEP?

A OPEP é uma organização global intergovernamental composta por 15 nações, fundada em 1960 em Bagdá para desenvolver regulamentação e políticas para os principais exportadores de petróleo do mundo.

Segundo o site da OPEP, a organização ainda não agendou sua agenda para 2019; a reunião mais próxima dos membros da indústria petrolífera será realizada em 6 de Dezembro em Viena, Áustria.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.