É Top Saber - Notícias e Análises

Redes sociais

Pelo menos 5 universidades públicas voltam a obrigar o uso de máscara no Brasil

13931_C6C26B6DD71AF91F-3.jpg

Compartilhe:

Pelo menos cinco universidades públicas do Brasil tiveram a obrigação do uso de máscara nos campi após o aumento no número de casos de Covid-19. Além disso, pelo menos 10 instituições federais e federais passaram a recomendar o uso do item de proteção nas dependências de estudo.

De acordo com um levantamento feito pela CNN, as instituições que tentaram a tornar obrigatório o uso de máscara são USP (Universidade de São Paulo), Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), Unesp (Universidade Estadual Paulista), UFSCar (Universidade Federal de São Carlos) e Unir (Universidade Federal de Rondônia). A medida vale para ambientes fechados.

A USP justificou, em comunicado, que a cautelar ocorre porque “nos dez primeiros dias de novembro, foram registrados 255 casos [do novo coronavírus] na USP. Em todo o mês de outubro, esse número foi de 98”.

Como não obrigam mas recomendam o uso são UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), UFMA (Universidade Federal do Maranhão), UFPB (Universidade Federal da Paraíba), UEPB (Universidade Estadual da Paraíba), UnB (Universidade de Brasília), UFF (Universidade Federal Fluminense), Unirio (Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro) e Uerj (Universidade do Estado do Rio de Janeiro).

Nestes casos, a orientação de uso varia: algumas sugestões que sejam feitas apenas em ambientes fechados, e outras recomendam para todas as dependências do campus.

Entre as universidades privadas, a PUC-Rio emitiu um comunicado para informar que voltou a obrigar o uso em local fechado, enquanto que a PUC-SP, PUC-Campinas e PUC-Minas recomendam.

Segundo o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), o número de casos da Covid-19 subiu 134% no Brasil na última semana. Só de 6 a 12 de novembro, 61.564 novas coberturas foram contabilizadas.

O cenário fez com que o Ministério da Saúde voltasse a recomendar o uso de máscara em locais fechados e com aglomeraçãono último domingo (13), principalmente para pessoas com doenças pré-existentes.

*sob supervisão de Bárbara Brambila

Fonte

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *