ONS reduz previsão de carga de energia para julho, passa a ver alta de 3,3% ante 2020 Por Reuters

0 147
2/2

© Reuters. Sala de monitoramento do ONS em Brasília (DF)
11/11/2009
REUTERS/Ricardo Moraes


2/2

SÃO PAULO (Reuters) – A carga de energia do Brasil deverá avançar 3,3% em julho na comparação com mesmo mês do ano passado, indicou o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) nesta sexta-feira, reduzindo sua previsão em relação ao boletim publicado na semana passada, quando estimava avanço de 3,7%.

A queda na projeção foi influenciada pela redução na carga prevista para o subsistema Sudeste/Centro-Oeste, que possui a maior carga de eletricidade do país. O ONS, que na semana passada via um aumento de 2,5% na região, passou a estimar uma alta de 1,2%.

Os outros subsistemas, por sua vez, tiveram elevação na estimativa de carga: o Sul deve avançar 4,0%, ante 3,5% na semana passada; o Nordeste tem alta prevista em 7,6%, versus 6,8% no boletim anterior; e o Norte tende a apurar aumento de 8,0%, contra previsão de 6,6% na última semana.

Em meio à grave crise hídrica enfrentada pelo país, os números do ONS para as chuvas nas regiões das usinas hidrelétricas brasileiras seguem apontando para quadro de seca.

No Sudeste/Centro-Oeste, que concentra os maiores reservatórios, as precipitações em julho deverão atingir 61% da média histórica para o período, ante estimativa de 63% publicada na semana passada.

No Nordeste, a projeção permaneceu em 42%, mesmo nível visto no boletim anterior. No Sul, o índice de chuvas foi estimado em 47% da média (versus 50% anteriormente), enquanto o Norte verificou leve elevação para 82% (antes a previsão era de 81%).

(Por Gabriel Araujo)

Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.


Receba gratuitamente o Guia Prático do Bitcoin.

Credit: Fonte

Compartilhe sua opinião.

%d blogueiros gostam disto: