É Top Saber - Notícias e Análises

Redes sociais

ONG Argentina lidera missão para educar alunos do ensino médio sobre criptomoedas

Argentina.jpeg

Compartilhe:

A Bitcoin Argentina, uma organização sem fins lucrativos dedicada à promoção e crescimento do Bitcoin e criptomoedas no país, implementará o ensino de Bitcoin nas escolas de ensino médio.

A Built With Bitcoin Foundation, a organização sem fins lucrativos Bitcoin Argentina e a bolsa Paxful lançarão um programa para educar os alunos sobre os fundamentos das criptomoedas, particularmente o Bitcoin.

Cerca de 4.000 alunos que participam do projeto educacional “Escolas e Bitcoin” conhecerão as vantagens de um sistema financeiro descentralizado baseado na tecnologia blockchain.

Bitcoin can help students decrease education costs and earn scholarships and aid (wp.nyu.edu).

A Argentina tem sido um dos países latino-americanos mais ativos em termos de tecnologias Bitcoin e blockchain.

Nos últimos anos, o país testemunhou o surgimento de inúmeros negócios e projetos, e seu governo tem apoiado o setor.

Leitura sugerida | Rússia legalizará criptomoeda como forma de pagamento, diz ministro

Argentina lidera campanha de educação sobre criptomoedas

O Bitcoin pode beneficiar positivamente o sistema educacional do país, facilitando o acesso dos alunos a recursos e materiais educacionais.

O uso do bitcoin também pode ajudar os alunos a reduzir o custo da escola e simplificar a obtenção de bolsas de estudo e assistência financeira.

De acordo com um comunicado fornecido pela Paxful, o patrocinador do projeto afirmou que este projeto de orientação e treinamento vocacional sobre Bitcoin e blockchain terá como alvo instrutores, instituições de ensino e alunos nos últimos anos do ensino médio.

Com base nos dados da Chainalysis, a Argentina é um dos países da América Latina com a maior taxa de uso de criptomoedas.

Alguns argentinos fugiram para cripto e bitcoin como resultado da crescente inflação e restrições cambiais que diminuíram seu poder de compra.

Crypto total market cap at $1.26 trillion on the daily chart | Source: TradingView.com

É por isso que a ONG Argentina escolheu estabelecer uma iniciativa educacional que ensinará Bitcoin a alunos do ensino médio.

A fase subsequente do projeto consistirá na organização de reuniões interescolares nas quais serão apresentadas as recomendações dos grupos de alunos.

Cripto e Blockchain para Educação

Os apoiadores do projeto querem que educadores e alunos compreendam os benefícios e vantagens do sistema financeiro descentralizado baseado no blockchain Bitcoin.

O uso da tecnologia blockchain pode aumentar a eficácia e a abertura do sistema educacional da Argentina.

Ao utilizar a tecnologia blockchain, as instituições educacionais podem monitorar os dados e o progresso dos alunos e garantir que todos os recursos instrucionais sejam preservados com segurança e prontamente acessíveis.

Leitura sugerida | Robinhood lançará carteira Ethereum autônoma

A adoção da tecnologia bitcoin e blockchain no setor educacional pode contribuir para o crescimento econômico da Argentina, gerando novos empregos e empresas.

Além disso, o país tem potencial para se tornar um centro de inovação em bitcoin e blockchain, o que pode atrair investimentos e conhecimentos globais.

Featured image from CoinMarketCap, chart from TradingView.com

Fonte

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *