ÉTopSaber Notícias e Criptomoedas

Redes sociais

O que as previsões do LINK revelam à medida que os preços sobem 20% em 7 dias

Md 1 Link Cover 1 1000x600.jpg

Compartilhe:


  • O LINK subiu de mínimos para máximos nas últimas duas semanas.
  • A evidência de acumulação de LINK apresentou um viés de alta.

Elo de corrente [LINK] foi negociado dentro de uma faixa nas últimas dez semanas. Na semana passada, o LINK subiu 20% de US$ 13,8 para testar novamente a faixa máxima de US$ 16,6.

Os touros não conseguiram forçar um rompimento, a terceira tentativa em seis semanas. No entanto, as métricas subjacentes da rede apontavam para a acumulação.

Num relatório recente, AMBCrypto observou que uma mudança para US$ 20 era provável. As evidências continuaram a apoiar esta afirmação.

Um rompimento além de US$ 17 é apenas uma questão de tempo

AMBCrypto analisou dados do CryptoQuant para entender melhor o sentimento dos investidores. Examinamos a métrica Exchange Netflow — Binance da LINK, pois é a maior exchange de criptomoedas em volume.

Netflow é a diferença entre moedas que entram e saem de uma exchange. Uma entrada maior geralmente é um sinal de pressão de venda.

A EMA de 7 dias do netflow mostrou que a métrica apresentou tendência de queda de 16 de dezembro a 9 de janeiro.

Essa saída constante foi um sinal de que os compradores estavam retirando o LINK da bolsa até o momento. Em outras palavras, apontou para uma acumulação no último mês.

AMBCrypto também analisou a relação de oferta cambial da Chainlink. Essa métrica é calculada dividindo a reserva cambial pela oferta total.

Quando esta métrica diminui, é indicativo de que a oferta nas carteiras de câmbio está diminuindo em comparação com a oferta total.

Esses gráficos eram uma forte evidência de que os tokens LINK estavam cada vez mais saindo das bolsas até o momento. Por outro lado, a actividade da rede diminuiu ligeiramente em Janeiro.

Endereços ativos e crescimento da rede desaceleram

AMBCrypto também observou que a atividade de desenvolvimento do LINK se recuperou fortemente após o término da época festiva. Isto foi positivo para os investidores de longo prazo, que puderam ganhar confiança na sua escolha de participações.

As métricas têm sido positivas até agora, mas o crescimento da rede registou uma ligeira tendência descendente em janeiro. A partir de 29 de dezembro, a métrica de Endereços Ativos Diários também formou uma série de máximos mais baixos.

O crescimento da rede também diminuiu em janeiro. Ambas as métricas registaram apenas uma ligeira queda, mas foi um sinal de uma possível diminuição do dinamismo.

Isso sugeriu a possibilidade de que a base de usuários tenha diminuído nas últimas três semanas e foi uma conclusão pessimista. Isso poderia manter os preços do Chainlink presos dentro da faixa por um período mais longo.


Seu portfólio é verde? Confira a Calculadora de lucro LINK


Além disso, a Taxa de Financiamento aumentou dramaticamente desde 19 de Janeiro. Durante esse período, os preços subiram de US$ 14,6 para US$ 16,5. Isso sugeriu que a maior parte do mercado inclinou-se para a alta, mesmo quando o LINK testou novamente os máximos da faixa.

Combinado com a diminuição da atividade, era possível que o LINK pudesse ver uma rejeição da região de US$ 16,6 a US$ 17,6. A ação do preço das últimas 24 horas viu o Chainlink recuar de US$ 16,61 para ser negociado a US$ 15,53 até o momento.

Fonte

Leave a Comment