É Top Saber - Notícias e Análises

Redes sociais

O Ethereum (ETH) poderá em breve ganhar características de privacidade

O Ethereum (ETH) poderá em breve ganhar características de privacidade

Compartilhe:

Sem dúvida, 2023 promete ser um ano de realizações para o Ethereum (ETH). A principal altcoin do mercado deve passar por um hard fork chamado Shanghai, que será responsável por colocar o ETH em staking no mercado e liberar liquidez para a criptomoeda. Além disso, a fase chamada The Scourge, que se concentra na censura que ocorre na rede da cripto, também deve ser vista neste ano.

Apresentando ainda mais ideias de melhorias para a plataforma de contratos inteligentes está Vitalik Buterin, cofundador do Ethereum. O jovem propôs um stealth address system  para melhorar a privacidade transacional na rede da criptomoeda. Segundo o programador, a privacidade é um dos desafios importantes a ser vencido pelo blockchain do ETH.

Entendendo o que é stealth address

Stealth addresses são uma técnica utilizada em algumas criptomoedas, como Monero, para ocultar o endereço de destino de uma transação. Isso permite que os usuários realizem transferências anônimas, onde informações são codificadas de maneira a não ser possível rastrear a origem ou destino das criptos envolvidas.

Ao enviar criptomoeda para um stealth address, o remetente gera um endereço público único para cada transação. Isso significa que, mesmo que alguém tenha acesso ao endereço público usado na operação, eles não serão capazes de ver qualquer outra transferência realizada com esse endereço ou associá-lo a outros endereços. 

Essa privacidade é possível graças ao uso de chaves de assinatura e chaves de depósito, que permitem que o destinatário da transação decodifique e acesse as moedas enviadas. Sendo assim, ao utilizar essa tecnologia, qualquer carteira Ethereum poderá gerar e endereços públicos ofuscados criptograficamente e receber fundos de maneira privada. Para acessar esses fundos, seria necessário apenas a utilização de um código especial chamado de spending key. 

Outra tecnologia que Buterin sugeriu para trazer mais privacidade para o Ethereum é a utilização de ZK-SNARKs que permite que as partes comprovem a existência de uma informação sem revelar a informação em si. O ZK-SNARKs é usado para garantir a privacidade e a segurança das transações, sem revelar quem está enviando ou recebendo as criptomoedas

A importância da privacidade para o Ethereum

As transações realizadas na rede do Ethereum são públicas, o que significa que qualquer pessoa com o endereço da carteira pode acessar o Etherscan e verificar as transações realizadas e recebidas por esse endereço, além de conhecer o saldo atual da carteira. Isso pode representar uma preocupação com a privacidade, já que informações financeiras são expostas publicamente.

Para garantir a segurança e a privacidade do investidor cripto, é essencial que ele possa manter a anonimidade de suas transações pessoais e de valores que deseja manter privados. Assim como o dinheiro que você mantém em sua conta bancária, é importante manter a privacidade das suas transações e saldo em sua carteira cripto. 

Com o recurso de anonimato, o Ethereum pode permitir que seus  usuários mantenham a confidencialidade de suas transações e informações pessoais. Além disso, a privacidade também pode impedir a discriminação baseada em transações, como o rastreamento de usuários que fazem transferencias com certos tipos de ativos ou com certas pessoas.

Os usuários do Ethereum também devem ficar protegidos de fraudes e ataques cibernéticos, pois os criminosos têm dificuldade em identificar e acessar transações e informações confidenciais, caso a implementação seja realizada.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *