ÉTopSaber Notícias e Criptomoedas

Redes sociais

Novas imagens mostram dirigente do Flamengo agredindo entregador

Captura De Tela 2024 02 01 145226.jpg

Compartilhe:

Novas imagens que fazem parte do processo de agressão contra o vereador e vice-presidente de futebol do Flamengo, Marcos Braz, desmentem a versão apresentada pelo dirigente em entrevistas.

O vídeo, ao qual a CNN teve acesso, mostra que a filha de Braz não presenciou a confusão com o entregador Leandro Campos da Silveira Gonçalves Júnior, de 22 anos, que teria cobrado resultados do tempo.

Nenhum vídeo é possível ver o vereador correndo atrás do torcedor em um shopping na zona oeste do Rio de Janeiro e o torcedor caindo no chão. Em outra imagem, dá para ver Braz correndo, quando ele e o entregador caem no chão. O dirigente, então, consegue se levantar, dá chutes e um tapa no rapaz.

Veja os vídeos:

O caso aconteceu no dia 19 de setembro do ano passado. O registro vai contra a versão inicial do dirigente. O torcedor chega na loja quando a filha do vereador já tinha saído. Braz tinha dito que estava ameaçado de morte ao lado do adolescente.

O vídeo mostra ainda que o homem que acompanhava Marcos Braz no shopping também teria participado das agressões ao entregador.

Consultado, o Ministério Público informou que as imagens já foram comprovadas pela Promotoria de Justiça junto ao 9º Juizado Especial Criminal da Capital, que se manifestaram nos autos do processo. A promotoria aguarda a primeira audiência do caso, marcada para o próximo dia 27 de fevereiro.

No momento da confusão, acontecia uma votação na Câmara Municipal do Rio e o painel da casa registrou a presença do vereador. Depois da divulgação do caso, Braz levou falta e teve um desconto de R$ 567 no salário de outubro.

A CNN Entrei em contato com o advogado de Marcos Braz, que informou que as imagens divulgadas recentemente apenas demonstram o que já foi mencionado nos depoimentos prestados na delegacia.

“O senhor Marcos Braz estava no shopping, com sua filha menor de idade e algumas amigas, para comprar seu presente de aniversário. Neste momento foi perseguido, por mais de uma vez, por torcedores, pertencentes a uma torcida organizada, que o xingavam e ameaçavam. Em consequência desses fatos e em defesa de sua filha e suas amigas se envolvem nesta confusão. Já pedimos que se investiguem o crime de perseguição e aguardemos que os fatos sejam devidamente esclarecidos”, disse o advogado Raphael Mattos, em nota.

Já o advogado do entregador Leandro Campos informou que, em paralelo à ação que tramita pelo crime de lesão corporal, vai dar início ao pedido de peças por danos morais, na esfera cível.

“Embora o conteúdo seja lamentável, as imagens são capazes de demonstrar que o Leandro jamais faltou com a verdade e sempre foi vítima”, disse a advogada Ani Luizi de Oliveira.

Em nota, a Câmara do Rio informou que a presidente do Conselho de Ética, Rosa Fernandes, vai convocar uma reunião do colegiado para avaliar o caso, na volta do recesso.

A CNN aguarda retorno do Clube de Regatas do Flamengo.

Fonte

Leave a Comment