É Top Saber - Notícias e Análises

Redes sociais

Nova presidencial, eleição na Câmara e mais pesquisa de 25 de maio

Compartilhe:

Nesta quarta-feira (25) a Pesquisa CNN/RealTime Big Data, divulgada em primeira mão pela CNN, que mostra as intenções de voto para a corrida presidencial no primeiro turno, a eleição do deputado LincoIn Portela à vice-presidente da Câmara e as declarações do ex-juiz Sergio Moro sobre ação movida por integrantes do PT estão entre os destaques do dia.

Pesquisa CNN/RealTime Big Data

A Pesquisa CNN/RealTime Big Data para as presidenciais2, divulgado em primeira mão pela CNN nesta quarta-feira (25), traz o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) com 40% das intenções de voto no primeiro turno, seguido pelo presidente Jair Bolsonaro (PL), com 32%; e por Ciro Gomes (PDT), com 9%.

Depois aparecem André Janones (Avante) e Simone Tebet (MDB), com 2%; e Luciano Bivar (União Brasil), com 1%.

Este é o cenário com mais pré-candidatos e sem o ex-governador de São Paulo João Doria (PSDB), que desistiu de disputar a presidência na segunda-feira (23).

Lincoln Portela é o novo vice-presidente da Câmara

UMA Câmara dos Deputados elegeu na tarde desta quarta-feira (25) os três novos integrantes da Mesa Diretora: 1º vice-presidente, 2º secretário e 3º secretário.

A 1ª vice-presidência cabe ao PL, e o candidato oficial do partido ao cargo foi o deputado Lincoln Portela (PL-MG). Ele foi eleito com 232 votos.

Moro fala à CNN sobre ação feita por funcionários PT

O ex-juiz Sérgio Moro (União Brasil) declarado, nesta quarta-feira (25), em entrevista à CNNque a ação popular feita por integrantes da coordenação da campanha do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) por dano ao erário contra ele mostra quem os membros do Partido dos Trabalhadores são.

“Eu apliquei a lei, como juiz, simplesmente. Quem nega que a Petrobrás foi saqueada durante os arquivamentos do PT, que a Petrobras quase configurou. Vamos Lembrar 2015. Quem nega isso mente ao povo brasileiro. Quem diz que o combate a povo prejudicou o país mente brasileiro”, afirma Moro.

Ajuste linear a servidores públicos

Alegilação e o ano eleitoral restringiram o espaço para servidores públicos contratados um aumento linear de 5%. A afirmação foi feita pelo ministro da Economia Paulo Guedes.

“A inflação acumulada nesse ano foi de 5% até agora. É possível reportar o funcionalismo [com a inflação] desse ano? Sim. É possível. Até 5% dá. Essa é a conversa hoje”, disse o ministro após painel do Fórum Econômico Mundial, em Davos.

Guedese a possibilidade de um reajuste superior à imposto. “É por lei. Em ano eleitoral, você só pode dar [reajuste] linear e até a inflação. Não é uma coisa filosófica. O presidente gostaria de aumentar para os policiais? Não pode ser diferenciado. É ano eleitoral”, explicou

Tiroteio em escola no Texas

Todas as mortes e valor no tiroteio na Robb Elementary School em UvaldeTexas, na terça-feira (24), incluindo uma sala de aula, de acordo com o tenente Chris Oliva, porta-voz do Departamento de Segurança Pública do Texas.

O assistentes barricou-se em uma sala, matando professores e 19 crianças”, disse Olivarez a John Berman e Shimon Prokupecz, da CNN. Ele acrescentou que isso apenas mostra o mal completo deste atrativos.

Boletim de Notícias

Para as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br

*Publicado por Ingrid Oliveira

Fonte

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.