A moeda anônima PIVX, faz um avanço tecnológico mundial.

PIVX
Compartilhe

A pouco conhecida moeda PIVX, está progredindo em uma direção única.

As moedas de privacidade são um nicho crescente em criptomoedas, permitindo a transferência anônima de valor monetário digital.

É naturalmente difícil mapear suas transações e avaliar sua atividade ao lado de moedas transparentes como o Bitcoin, mas é certo que elas estão sendo muito usadas.

A mais conhecida é provavelmente a Monero, amada pela Coreia do Norte e mercados negros online.

Mas esse é um mercado cada vez mais competitivo, com diferentes tecnologias e sistemas entrando em ação.

A Monero por exemplo, usa um sistema de “Mistura”, que basicamente introduz transações falsas entre as reais.

Outras, como a Verge (que nunca conseguiu realizar transações significativas com privacidade), basicamente tentam executar transações de Bitcoin em uma rede criptografada.

Tem muitas moedas que reivindicam privacidade, incluindo a Monero, Verge, Pivx, Zcash, Zcoin, DASH e incontáveis forks.

Mas essa é uma área complicada e tecnicamente complexa.

A complexidade técnica, significa que os recursos de privacidade quebrados são fáceis de vender para os golpistas.

Enquanto que até os melhores e mais honestos elementos de privacidade, também apresentem uma série de outros problemas.

Isso tornou extremamente difícil trazer elementos avançados de criptomoedas, como melhor escalabilidade ou recursos de governança, para moedas de privacidade.

Até hoje, a maioria das moedas anônimas são relativamente básicas, parecida com o Bitcoin e com dificuldade de escalabilidade, taxas de transação relativamente altas e outras ineficiências.

Isso é o que torna o status anônimo da PIVX, como uma moeda de prova de participação tão interessante.

PIVX, a primeira criptomoeda PoS privada.

A PIVX tornou-se a primeira moeda privada de prova de participação do mundo em Outubro de 2017.

Ela fez isso criando as moedas “zPIV” privada e “PIV” padrão, que poderiam ser trocadas entre si.

Isso permitiu uma rede eficiente de prova de participação, mas significava que os usuários precisavam escolher entre ganhar recompensas na rede ou manter o anonimato.

Em muitos casos, as pessoas optaram pelo anonimato sobre o dinheiro.

Com uma recente onda de ataques físicos contra milionários das criptomoedas, nos quais eles são fisicamente abordados e forçados a transferir fundos, essa pode ser uma medida sábia.

O próximo passo para a PIVX, foi a criação do sistema de piquetagem “zPoS”.

Esta é uma atualização da carteira que permite o anonimato e os saldos ocultos nos endereços.

O plano inicial era o lançamento em torno do início de Abril, mas foi adiado por um mês enquanto o trabalho continua.

Novas datas foram anunciadas, com o zPoS vindo pré-carregado na atualização da carteira PIVX 3.1, definido para ser lançado assim que a rede alcançar estabilidade após a atualização.

A estimativa é que esteja pronto perto do dia 8 de Maio.

As implicações.

A PIVX se considera uma moeda muito voltada para a comunidade, e também introduz uma série de elementos de votação e a capacidade de ganhar “Juros” por guardar a moeda.

Estas funcionalidades nunca foram introduzidas em uma moeda anônima antes.

Isso levanta algumas ideias interessantes em torno do conceito de uma comunidade descentralizada completamente anônima, devidamente alinhada através de incentivos financeiros compartilhados, bem como a ideia de “valor de armazenamento”.

“A zPoS é um passo importante para a tecnologia de criptomoedas descentralizada em geral, porque permite a liberdade de manter o saldo das próprias criptomoedas privadas (com zPIV) e ganhar recompensas de forma privada e segura”

Bryan Doreian, Líder da Comunidade da PIVX.

“É como ter sua própria conta de crescimento pessoal, fora dos olhos curiosos de hackers, golpistas e outras entidades que de outra forma, espionaram seus dados e os usariam para seus propósitos”.

O interesse da criptomoeda está fortemente correlacionado com a incerteza sobre a estabilidade financeira, e com a desconfiança do governo, e pode haver um interesse crescente na idéia de uma moeda de privacidade de “armazenamento”, em vez de moedas puramente transferíveis como a Monero.

Doreian disse.

“Criptomoeda por sua própria natureza é uma tecnologia perturbadora, interrompendo a forma como as pessoas vêem riqueza e usam bancos, e está desafiando os padrões de privacidade e anonimato em um mundo onde toda informação parece compartilhada. O zPoS é mais um orgulho na missão de privacidade da PIVX.”

Tecnologicamente, uma PoS totalmente funcional é uma conquista nova.

As implicações em torno da ideia de acumular riqueza anonimamente e de comunidades sem rosto e descentralizadas, podem ser igualmente interessantes.

Problemas a serem resolvidos.

O problema pode ser, que é difícil confiar na privacidade de qualquer moeda.

A natureza altamente técnica e a dificuldade de alcançar anonimato 100% confiável, significam que as explicações geralmente se resumem a analogias concorrentes.

A Monero é amplamente considerada como a mais confiável, mas ainda é possível rastrear um certo número de transações feitas em um determinado momento, com um grau relativamente alto de confiança.

Enquanto isso, a Dash diz que oferece transações privadas, mas outros argumentam que não é realmente seguro.

A Verge é claramente não privada, mas ainda é amplamente confiável por seus usuários.

E a PIVX usa um sistema completamente único e relativamente desconhecido.

As promessas de privacidade em qualquer moeda ainda são muito parecidas, como qualquer outra coisa em criptomoedas; não há garantias de uma forma ou de outra.

Mas se funcionar como prometido, as realizações técnicas da PIVX podem ser muito imprevisíveis, talvez isso seja apropriado para uma moeda anônima.

About Lucas Carvalho

Historiador como formação, tecnologia como paixão, 12 anos dando aulas de Teologia, Historia, Inglês e Tecnologia, agora 100% dedicado ao estudo e a divulgação das criptomoedas, Blockchain e tecnologias revolucionarias.

View all posts by Lucas Carvalho →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *