Malta é um dos principais centros de criptomoedas no cenário global.

Malta é umas dos principal centro de criptomoedas no cenário global.
Compartilhe

À medida que Malta cimenta sua posição como principal centro de criptomoedas no cenário global, Marcel Cassar, o novo presidente da Associação dos Banqueiros de Malta (MBA, na sigla em inglês) pesa com seus pontos de vista sobre o setor.

Malta Enfrenta Importantes Testes.

Cassar aponta para novas tecnologias apresentando oportunidades em sua entrevista com The Malta Independent, observando que Malta enfrenta importantes testes incluindo o primeiro Programa de Avaliação do Setor Financeiro do Fundo Monetário Internacional (FMI) para Malta desde 2003. A indústria de serviços financeiros de Malta e o quadro de supervisão estão sob maior escrutínio por instituições e governos da UE e internacionais.

Não é de surpreender que Malta se encontre no centro das atenções. O primeiro-ministro Joseph Muscat está incentivando o crescimento do setor de Blockchain e criptomoeda. O governo maltês aprovou projetos de lei em Abril de 2018 que fornecem um marco regulatório bem definido e o país agora abriga a Binance, uma das maiores bolsas de criptomoedas do mundo. Ele também possui o maior volume de comércio de criptomoedas do mundo, de acordo com o Morgan Stanley.

O sonho de um banqueiro

O SONHO DE UM BANCO.

Então, o que o novo presidente da MBA tem a dizer sobre o Blockchain?

Parece o sonho de um banqueiro: ter registros de todas as transações, documentos e contratos que são sempre autênticos e confiáveis.

Cassar diz que é “maravilhoso”, mas que uma revolução Blockchain de negócios e governo ainda pode estar a anos de distância, porque muitas “barreiras precisarão cair”. Ele vê o Blockchain, ou tecnologia de contabilidade distribuída (DLT), como uma tecnologia fundamental, benefícios dos quais são “indiscutíveis”.

Li recentemente que o ambiente atual em que o mundo digital está evoluindo é como um impasse na hora do rush que prende um carro de Fórmula 1!

CRIPTOMOEDAS É UMA AMEAÇA PARA O DINHEIRO.

Cassar acredita que há pouca evidência para sugerir que as criptomoedas são uma ameaça às moedas fiduciárias no curto ou médio prazo, mas ele acredita que elas são uma ameaça para os bancos:

Seu papel tradicional como principal intermediário de pagamento de fundos e transmissão de moeda será desafiado, se não obsoleto.

Ele explica que muitos bancos estão evitando as criptomoedas por causa de sua “novidade”, já que eles não são de curso legal convencional, ou apoiados por um banco central e apresentam o risco de lavagem de dinheiro.

MALTA É O FUTUROS DAS CRIPTOMOEDAS.

Outros bancos, diz ele, estão aproveitando a oportunidade ao assessorarem as ICOs, fornecendo fundos para rastreadores de criptografia, serviços de custódia e assumindo uma postura mais aberta. Apesar de ser um “caminho arriscado”, Cassar está otimista sobre o futuro das criptomoedas:

Criptomoedas estão aqui para ficar e assim como nos primórdios da internet, que criou furor por causa da falta de regulamentação, uma vez que a regulamentação e a educação melhoram e os bancos ganham mais confiança, alguns podem colher vantagens pioneiras.

Sobre o surgimento de empresas de tecnologia que obtêm licenças bancárias para operar no setor e se aproveitam de novas tecnologias financeiras, Cassar cita Walter B Wriston, de 1981:

A crença de que um mercado é seu por algum direito divino é um sonho antigo. As empresas que não conseguem mudar se tornam lápides no cemitério corporativo.

Nenhuma opção a não ser inovar

OUTRA OPÇÃO SENÃO INOVAR.

Diante das novas tecnologias que criptomoedas e Blockchain representam, se os bancos querem permanecer relevantes, eles não têm outra opção senão inovar. No entanto, a inovação bancária atual é cara e sem exclusividade, o que está abrindo caminho para as empresas de fintech liderarem a inovação.

Considerando o novo papel de Marcel Cassar na vanguarda do setor bancário de Malta, em um país que está mostrando uma força significativa no avanço da tecnologia de Blockchain e criptocorrências, seus pontos de vista poderiam ser influentes.

Deixe uma resposta