Bunkers armazenam US$ 10 bilhões em Bitcoin para clientes ricos.

Bunkers armazenam US$ 10 bilhões em bitcoin para clientes ricos
Compartilhe

O bitcoin ainda não está totalmente protegido contra um possível ataque, segundo informa a empresa Bloomberg.

A startup Xapo construiu uma rede de cofres subterrâneos em cinco continentes, inclusive um, em um bunker militar suíço desativado.

Quando um usuário adquire bitcoins, ele precisa guardar sua chave privada, que é um código que lhe permite ter acesso à sua carteira virtual. Contudo, os “hackers” podem eventualmente se apossar desse código e transferir o dinheiro digital imediatamente, sem chance de recuperação.

Por essa razão, se recomenda colocar as chaves em um dispositivo que não esteja conectado à Internet, como por exemplo, uma memória USB.

O problema neste caso, é que os dados ainda podem ser roubados se o dispositivo for conectado a um computador, ou a memória pode ser roubada fisicamente como se fosse uma carteira.

 O argentino Wences Casares, passou os últimos anos convencendo milionários e bilionários do Vale do Silício, de que o Bitcoin é a moeda do futuro, de que eles tem que comprá-lo e de que ele é a pessoa certa para protegê-lo.

Sua startup Xapo, construiu uma rede de cofres subterrâneos em cinco continentes, a Xapo é famosa por contar com uma lista de clientes repleta de family offices.

Dois clientes da Xapo disseram que a companhia mantém cerca de US$ 10 bilhões em Bitcoin.

Mesmo no mundo da criptografia, a quantia é digno de atenção, totalizando cerca de 7 por cento da oferta global de Bitcoin. Isso significaria que a Xapo existente há apenas 4 anos, tem mais “depósitos” do que 98 por cento dos cerca de 5.670 bancos nos EUA.

“Quem não guarda as próprias chaves, deixa-as com a Xapo”, disse Ryan Radloff, da CoinShares,

que tem mais de US$ 500 milhões de Bitcoin armazenados na Xapo. “Eu não as guardaria em um banco por dinheiro nenhum.”

Dentro os bilionários da Xapo, estão o cofundador do Linkedin Reid Hoffman e o ex-trader de Wall Street Mike Novogratz, que está no processo de montar seu próprio banco mercantil de criptomoedas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *