Morgan Stanley está criando um produto derivativo aos investidores.

0 239

Morgan Stanley, o sexto maior banco dos EUA em ativos, está criando um produto derivativo proprietário que dará aos investidores “exposição sintética” ao preço do bitcoin. Outros bancos de investimento do mundo estão construindo silenciosamente um produto que permitirá aos seus clientes negociar Bitcoin, pelo menos indiretamente.

Morgan Stanley cobrará um spread para cada transação.

Do relatório:

“O banco dos EUA vai negociar contratos que dêem aos investidores exposição sintética ao desempenho do Bitcoin, disse a pessoa, que pediu para não ser identificada porque a informação é privada. Os investidores poderão fazer contratos longos ou curtos usando os chamados swaps de retorno de preço e o Morgan Stanley cobrará um spread para cada transação”, disse a pessoa”.

O relatório indicou ainda que o Morgan Stanley, cujo CEO – James Gorman – disse no início do ano que a empresa não permitirá que os clientes negociem criptomoedas diretamente através do banco, está “tecnicamente preparada” para começar a oferecer esses swaps Bitcoin, enquanto se aguarda a conclusão de um processo interno de aprovação e demanda de investidores institucionais.

A CCN informou anteriormente que o Morgan Stanley havia procurado o “especialista em Bitcoin” do Credit Suisse, Andrew Peel, para liderar sua nova divisão de criptomoedas.

O quarto e quinto maiores bancos dos EUA.

O banco se junta a um número crescente de grandes instituições financeiras que segundo se diz, estão avaliando a melhor forma de integrar as criptomoedas em suas linhas de produtos institucionais.

Tanto o Goldman Sachs como o Citigroup, o quarto e quinto maior bancos dos EUA, respectivamente, planejam oferecer produtos derivados de bitcoin a seus clientes. O JPMorgan tem reportado também que começaram a explorar maneiras de ajudar seus clientes investir em criptomoeda, apesar do fato de que o CEO Jamie Dimon tem sido um dos maiores críticos do Bitcoin.

Enquanto isso, a Intercontinental Exchange (ICE), a operadora da maior bolsa de valores do mundo, irá em breve lançar o primeiro produto futuros de Bitcoin físico, o que significa que os contratos serão liquidados em BTC real em vez de dinheiro (como é o caso com os futuros Bitcoin, produtos atualmente disponíveis nas bolsas de Chicago CME e CBOE).

Compartilhe sua opinião.

%d blogueiros gostam disto: