É Top Saber - Notícias e Análises

Redes sociais

Lituânia Rússia declara como terrorista é “extremismo”, diz porta-voz russa

Compartilhe:

A decisão da Lituânia de declarar um Rússia “um Estado que apoia e perpetra o terrorismo” é provocadora e extremista, nesta quarta-feira (11) a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores russo, em um comentário na rádio russa Sputnik.

“Países que adotam documentos e declarações extremistas — posicionamentos não tomar medidas tais como outra maneira de chamá-la. Todos estes países são membros da Otan. Durante as últimas décadas, temos visto repetidamente como perigosos e perigosos da Otan que levaram as grandes espécies de vidas”, disse Zakharo.

“Isto deve ser tratado exatamente como um elemento de provocação, extremismo e hipocrisia política”, acrescentou.

O parlamentou aceso, o Seimas, na terça-feira (1) uma resolução declarando a invasão russa da Ucrânia como um genocídio e a Rússia um trador de terrorismo.

O parlamento também solicita a criação de um tribunal internacional para investigar os crimes de guerra russos na Ucrânia.

“Temos claramente razões para chamar isto de um ato de genocídio”, disse o Ministro das Relações Exteriores da Lituânia, Gabrielius Landsbergis, em uma entrevista à CNN em Washington.

“Putin afirmou claramente que não acredita que a Ucrânia Tenha o direito de existir como e está tentando provar seu ponto de vista basicamente de cidades inteiras civis cheias”, concluiu.

Fonte

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.