ÉTopSaber Notícias e Criptomoedas

Redes sociais

Itamaraty manifesta indignação sobre ataque no Sul do Líbano

Palacio Itamaraty 02.jpg

Compartilhe:

Em nota divulgada no final da manhã deste domingo (2), o Ministério das Relações Exteriores manifestou indignação sobre o bombardeio ocorrido ontem (1), em Saddikine, no Sul do Líbano. Três brasileiros ficaram feridos no ataque.

As vítimas brasileiras recebem atendimento no Hospital Libanês Italiano, em Tiro. A Embaixada do Brasil em Beirute acompanha o caso e mantém contato com a equipe médica e familiares dos feridos.

“O episódio ocorreu no contexto de ataques das forças armadas israelenses no Sul do Líbano e do Hezbollah no Norte de Israel”, ressaltou o Itamaraty.

“O Brasil exorta as partes envolvidas nas hostilidades à máxima contenção, assim como ao respeito aos direitos humanos e ao direito humanitário, de forma que se previna o alastramento do conflito em Gaza e se evitem novas vítimas civis inocentes”, conclui a nota.

Vítimas brasileiras

Três brasileiros — uma mulher e seus dois filhos — ficaram gravemente feridos Ataque após aéreo, neste sábado (1), na cidade de Saddikine, na região de Qana, no sul do Líbano.

As situações do bombardeio ainda não estão claras, segundo o Ministério das Relações Exteriores. Os três estavam em casa no momento do ataque.

Uma mulher de 30 anos está em estado grave. Sua filha, de 10 anos, sofreu ferimentos graves na perna e teve de ser submetida a uma cirurgia. O filho, de nove anos, está estável.

O sul do Líbano, área monitorada com preocupação pela embaixada brasileira no país, é dominada pelo Hezbollah.

Células da organização militante xiita libanesa foram atacadas nos últimos meses pelas forças israelenses durante o acirramento da guerra entre Israel e o Hamas.

(Publicado por Bruno Laforé)

Fonte

Leave a Comment