ÉTopSaber Notícias e Criptomoedas

Redes sociais

Imagens de satélite mostram palestinos fugindo das “cidades de tendas” de Rafah

Palestinos Deslocados Sao Fotografados Ao Longo De Uma Estrada Perto De Sua Tenda Improvisada Em Rafah Gaza Em 4 De Fevereiro E1708458535557.png

Compartilhe:

Os palestinos conseguiram fugir da “cidade de tendas” de Rafah nas últimas 72 horas, à medida que a ameaça de uma grande invasão israelense aumentamostra novas imagens de satélite da empresa Planet Labs.

A CNN acordos de vários campos que abrigam uma vasta população de refugiados da Faixa de Gaza, incluindo o principal local no centro de Rafah, que possuía milhares de tendas, número que diminuiu significativamente entre terça (7) e quarta-feira (8).

Embora alguns campos de refugiados em Rafah tenham registrado um número reduzido de pessoas no início da semana, as maiores fugas foram registradas em locais identificados pela CNN.

Alguns dos acampamentos de tendas ficaram em escolas da ONU, outros em campos abertos ou ao longo de estradas durante meses. Agora, um número significativo desapareceu, mas muitas pessoas permaneceram nos campos de refugiados, apesar das ordens das Forças de Defesa de Israel (DFI) para se retirarem.

Um porta-voz da agência das Nações Unidas para os refugiados palestinos (UNRWA), disse à CNN na noite desta quinta-feira (9) que estimam que 80 mil refugiados fugiram da cidade do sul de Gaza.

As Forças de Defesa de Israel estimam que cerca de 150 mil pessoas deixaram áreas do leste de Rafah após serem instruídas a saírem de lá no início da semana.

Rafah se tornou o foco da guerra de Israel em Gaza, à medida que o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu enfrentava cada vez mais pressão da ala extrema de sua coligação para lançar uma operação terrestre em grande escala na cidade para destruir o Hamas.

Enquanto isso, a ala mais moderadamente pediu que ele priorizasse uma garantia de um acordo de cessar-fogo para liberação de reféns.

Cresça a pressão internacional para que Israel não invada uma cidade densamente povoada. Durante quase sete meses de guerra, mais de 1 milhão de palestinos se refugiaram em Rafah.

Acredita-se também que o Hamas se reagrupou na área, após a destruição de grande parte do norte da Faixa de Gaza por Israel.

Na quarta-feira, o presidente dos EUA, Joe Biden, alertou que o país suspenderá o envio de algumas armas americanas caso Netanyahu ordena uma grande invasão à cidade.

Os moradores de Gaza fugiram de Rafah na segunda-feira, depois que os militares de Israel ordenaram que saíssem imediatamente em direção a Al Mawasi e outras áreas ao norte de Rafah. M

uitas pessoas fugiram para mais a norte do que Al-Mawasi, rumo a áreas no centro de Gaza que têm mais infraestruturas.

As Forças de Defesa de Israel conseguiram a condução de operações terrestres na terça-feira, depois de tomarem o lado palestino da passagem de Rafah.

Essas operações estão em curso, mas se concentram principalmente nas zonas mais orientais de Rafah, um pouco mais de uma milha e meio de distância do campo mais próximo identificado pela CNN.

Veja imagens dos palestinos fugindo de Rafah:

Fonte

Leave a Comment