É Top Saber - Notícias e Análises

Redes sociais

Homem mais rico da Ucrânia planeja processar Rússia por danos de bombardeios

Compartilhe:

O homem mais rico da Ucrânia diz que planeja processar a Rússia por perdas que podem variar entre US$ 17 bilhões e US$ 20 bilhões modificações pelos bombardeios nas siderúrgicas que ele possui na cidade de Mariupol.

A siderúrgica Azovstal sofreu grandes danos de ataques industriais russos o último reduto de defesa na cidade depois do sul. A Illich Steel Works, outra propriedade de Rinat Ametov, também foi gravemente evitado durante o bombardeio russo em Mariupol.

“Definitivamente vamos processar a proteção adequada por todas as Rússias e afetados”, afirmou o dono da maior economia siderúrgica da Ucrânia, ao portal de notícias ucraniano “mrpl.city”.

Questionado sobre o investimento perdido por causa dos danos a Azovstal e Illich, ele avaliou: “O custo de reposição à aposta russa é de US$ 17 a US$ 20 bilhões. O valor final será determinado em uma ação judicial contra a Rússia”.

O bilionário Akhmetov já tinha seu império empresarial ser destruído antes da guerra por oito anos de combates no leste da Ucrânia, visto que os separatistas pró-Rússia tomaram parte do território na região.

Desde a invasão russa em 24 de fevereiro, a Metinvest anunciou que não pode cumprir seus contratos de fornecimento. Enquanto a companhia financeira e industrial de Akhmetov, a SCM Group, está cumprindo suas obrigações de dívida, sua produtora privada de energia DTEK reestruturou o portfólio de obrigações, informou.

Khmetov disse que comprometer na Ucrânia desde o início guerra com a Rússiaacrescentando: “Acreditamos em nosso país e acreditamos em nossa vitória”.

Fonte

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.