Grande numero de projetos criptos estão morrendo.

0 838

Segundo um relatório da empresa Coincodecap, 32% das 2000 criptomoedas que eles pesquisaram não adicionaram nenhuma linha de código em 2019. Mesmo sem atividade, a capitalização do mercado desses projetos chegam a $415 milhões de dólares.

A maioria dos projetos inativos foi lançada em 2018, com algumas exceções. O maior projeto inativo é chamado Proton e ele viu seus últimos dias de codificação exatamente um ano atrás. Ainda assim, possui a maior capitalização de mercado entre as criptomoedas inativas – US $ 85 milhões. O BQT segue com US $ 45 milhões e o Sprouts com US $ 32 milhões – ambos sem nenhum código confirmado desde 2018.

Exchange com a maioria das listagens

O relatório também mostra quais exchanges listaram a maioria dos projetos mencionados acima. 12 das exchanges no relatório listaram mais de 10 ICOs que carecem de codificação por um período substancial. O maior número dessas moedas foi listado no YoBit (62 no total), seguido pelo CoinExchange (39) e Crex24 (30).

Vale ressaltar que algumas dessas exchanges estão cobrando uma taxa alta ao listar várias moedas, pois não têm receita suficiente com a negociação, de acordo com o relatório.

Regulamentos e melhorias

O documento continua propondo a introdução de “um mercado auto-regulador para cumprir seu dever fiduciário e não exporá os clientes a esses ativos nocivos”.

Como a CryptoPotato relatou na cúpula do Ethereum, Vitalik Buterin ofereceu uma possível solução para a natureza fraudulenta de algumas ICOs:

“Esta é uma reviravolta na ideia das ICOS que eu tive um ano e meio atrás. Portanto, a ideia é que, em vez de projetos com ICOs para as quais as pessoas apenas enviem o dinheiro, e eles vão embora, você tem um esquema em que as pessoas colocam seus tokens em um contrato inteligente. […] Os desenvolvedores não têm apenas acesso aos tokens, eles não podem pegá-los. Em vez disso, o que acontece é que o dinheiro é colocado em um composto, ou alguma outra coisa interessante […] e depois o juros é dos desenvolvedores. ”

A iniciativa de Buterin, Public Interest Projects (projetos de juros públicos) faz uso de uma das tendências mais quentes de 2019, a saber, o Descentralized Finance (DeFi).

Criptomoedas mortas – Scam

Muitas criptomoedas mortas estão lá porque são um golpe desde o inicio. Os desenvolvedores da moeda fazem o seguinte:

  • Fogem com o dinheiro investido.
  • PUMP e DUMP da moeda.
  • Pre-mineração massiva.
  • Enganam pessoas com um fork.
  • Plataforma falsa.
  • Ficam com as chaves privadas dos usuários.

Lembrando que nem sempre os projetos morrem por falta de codificação, muitos projetos morrem por ser superados por outro projeto, por falta de planejamento de mercado ou até mesmo por alguma fraude ou hack.

Após a explosão cripto de 2017, muitos projetos foram criados e foram esfriando nesse tempo de vacas magras que o mercado tem passado, muitos projetos perderam investimento e interesse, muitos dos desenvolvedores tiveram que buscar outra forma de rentabilizar seu trabalho, muitos partindo para outros projetos ou até mesmo tando um tempo do mercado cripto.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.