ÉTopSaber Notícias e Criptomoedas

Redes sociais

Explorando as implicações de segurança da frase-semente de 12 palavras

Bitcoin Security.jpg

Compartilhe:

No cerne da segurança da carteira criptografada está a frase-semente, uma série de palavras que serve como chave mestra para acessar e recuperar ativos digitais. Embora frases iniciais de 12 e 24 palavras sejam comumente usadas, as diferenças em suas implicações de segurança têm sido debatidas na comunidade criptográfica.

A frase inicial de 12 palavras fornece 128 bits de entropia e tem sido o padrão para muitas carteiras criptografadas. Este nível de entropia se traduz em um número astronômico de combinações possíveis, tornando-o altamente resistente a ataques de força bruta com a tecnologia atual. Em contraste, frases iniciais de 24 palavras oferecem 256 bits de entropia, dobrando a segurança teórica.

No entanto, o ganho prático de segurança com o uso de uma frase de 24 palavras em vez de uma frase de 12 palavras não é tão substancial quanto os números sugerem. A segurança efectiva Bitcoins a criptografia de curva elíptica (secp256k1) é de 128 bits. Isso significa que, independentemente do comprimento da frase inicial, um invasor não pode reduzir o número de etapas necessárias para calcular uma chave privada a partir de uma chave pública abaixo desse limite.

12 palavras são suficientes

Adão de voltaum proeminente criptógrafo e CEO da Blockstream, defendido pela suficiência de sementes de 12 palavras, afirmando que elas fornecem segurança adequada para a maioria dos usuários. A mudança para frases de 24 palavras em algumas carteiras de hardware, como a Trezor, foi impulsionada principalmente por requisitos específicos de implementação, e não por uma necessidade urgente de maior segurança.

O verdadeiro desafio de segurança muitas vezes não reside na extensão da frase-semente, mas na forma como os usuários a armazenam e protegem. Frases de 12 e 24 palavras são vulneráveis ​​a ataques de phishing, roubo físico e erros do usuário no armazenamento. Uma frase de 12 palavras armazenada com segurança é muito mais eficaz do que uma frase de 24 palavras manuseada de forma descuidada.

Do ponto de vista da experiência do usuário, frases de 12 palavras oferecem vantagens distintas. Eles são mais fáceis de anotar, lembrar e inserir, reduzindo a probabilidade de erros durante os processos de recuperação de carteira. Esta simplicidade pode ser crucial em situações de grande tensão em que os utilizadores necessitam de aceder rapidamente aos seus fundos.

Embora as frases de 24 palavras proporcionem um nível mais elevado de segurança teórica, os benefícios práticos no contexto dos padrões criptográficos atuais são marginais. A complexidade adicional que introduzem pode até levar ao aumento de erros do usuário, comprometendo potencialmente a segurança.

A utilização de frases de 24 palavras pode ser justificada como medida de precaução adicional para contas institucionais ou de elevado valor. No entanto, uma frase-semente de 12 palavras devidamente protegida oferece proteção mais do que suficiente contra ameaças potenciais para o usuário médio.

Onde 24 palavras podem ser melhores

Wei Dai, um renomado criptógrafo e criador do b-money, oferece uma perspectiva diferenciada sobre as implicações de segurança dos comprimentos das frases-semente. Ele enfatiza que, embora uma frase inicial de 12 palavras (128 bits de entropia) seja teoricamente suficiente para a segurança de usuário único quando criptografada para uma chave de 256 bits, a situação muda drasticamente em um ambiente multiusuário.

Dai ressalta que esta construção só pode suportar até 2 ^ 64 chaves antes de correr o risco de colisões, uma limitação que se torna significativa em implantações no mundo real, onde milhões de usuários geram carteiras. Sua visão ilustra a importância de considerar limites de segurança concretos e modelos de segurança mais abrangentes que vão além dos cenários de usuário único.

À medida que o ecossistema criptográfico evolui, também evoluem as medidas de segurança que o rodeiam. Alguns provedores de carteira agora oferecem opções de entropia personalizáveis, permitindo aos usuários escolher entre 12, 18 ou 24 palavras com base em suas preferências pessoais de segurança e avaliações de risco. Opções como Shamir Secret Sharing também estão disponíveis em algumas carteiras de hardware usando 20 ou 33 palavras.

Em última análise, a escolha entre uma frase-semente de 12 e 24 palavras deve ser baseada nas necessidades específicas do usuário, no nível de conforto técnico e no perfil de risco. Embora a frase mais longa possa oferecer uma sensação psicológica de maior segurança, os usuários devem lembrar que o fator mais crítico na proteção de seus ativos digitais é o manuseio e armazenamento cuidadosos da frase-semente, independentemente de seu comprimento.

A educação sobre as melhores práticas para a gestão de frases-semente continua a ser crucial. Quer optem por 12, 18, 20, 24 ou 33 palavras, os utilizadores devem priorizar métodos de armazenamento seguros, como backups offline e carteiras de hardware, para garantir a segurança dos seus ativos digitais num cenário digital cada vez mais complexo.

Mencionado neste artigo

Fonte

Deixe um comentário