ÉTopSaber Notícias e Criptomoedas

Redes sociais

Ex-primeira-ministra Theresa May é indicada para Câmara dos Lordes do Reino Unido

Tagreuters.com2024binary Lynxnpek270es Filedimage.jpg

Compartilhe:

O primeiro-ministro do Reino Unido, Rishi Sunak, indicou um grupo de sete pessoas, incluindo cinco aliados conservadores, para títulos da nobreza, na noite desta quinta-feira (4). Entre eles, a ex-primeira-ministra Theresa May, que também terá um assento na Câmara dos Lordes. Agora, as nomeações cabem ao Rei Charles III.

A Câmara dos Lordes é a câmara alta do Parlamento do Reino Unido, enquanto a Câmara dos Comuns é a baixa e tem deputados eleitos pelos britânicos. Os membros da Câmara dos Lordes são indicados, na maioria nobres, que fazem o papel de aperfeiçoar as leis que passam pelos deputados.

Theresa May se manteve como deputada conservadora depois que deixou o cargo de chefe de Governo, em 2019, mas não era candidata à reeleição nesta eleição. Ela renunciou após não conseguir aprovar o acordo do Brexit, a saída do Reino Unido da União Europeia.

A lista de indicados para os títulos nobres também inclui Alok Sharma, que foi o presidente da COP26, a Cúpula do Clima da ONU que aconteceu em Glasglow, na Escócia, em 2021. Outro político conservador incluído na lista foi Craig Mackinley, que ficou conhecido como “deputado biônico” por ter perdido os pés e as mãos em consequência de uma sépsis.

A divulgação dos nomes foi feita pouco antes de uma pesquisa de boca de urna apontar que Rishi Sunak deixará o cargo de primeiro após ser derrotado nas eleições antecipadas que ele próprio convocou. A projeção mostra que os Trabalhistas terão uma vitória histórica nestas eleições.

Com o fim do período parlamentar, os líderes dos partidos também podem fazer indicações ao rei. O líder trabalhista Keir Starmer indicou oito parlamentares que estão se aposentando para receber títulos da nobreza.

Fonte

Deixe um comentário