ÉTopSaber Notícias e Criptomoedas

Redes sociais

Ex-CEO da IcomTech pega 5 anos de prisão por enganar investidores

A 821d75.png

Compartilhe:

A justiça alcançou o arquiteto de fraudes criptográficas Marco Ruiz Ocho na sexta-feira, quando ele recebeu um pena de prisão de cinco anos por seu papel na orquestração do esquema Ponzi da IcomTech.

A decisão marca uma vitória significativa para investidores enganados em milhões e serve como um alerta severo para maus atores no crescente e muitas vezes não regulamentado mundo da criptografia.

Ochoa, 35 anos, ex-CEO da IcomTech, se declarou culpado de acusações de fraude eletrônica decorrentes de seu envolvimento no elaborado esquema. Fazendo-se passar por uma empresa legítima de mineração e comércio de criptomoedas, a IcomTech atraiu investidores com promessas de retornos diários sobre investimentos em produtos criptográficos inexistentes.

Enganando as pessoas em outra fraude criptográfica

A empresa funcionava como um esquema Ponzi clássico, usando novos fundos de investidores para pagar os anteriores, enquanto encheva os bolsos de Ochoa e seus associados.

Carros luxuosos, roupas de grife e eventos luxuosos serviram como uma fachada cuidadosamente elaborada para mascarar a verdade. No entanto, o castelo de cartas começou a desmoronar em 2018, quando os pedidos de saque foram recebidos com atrasos, desculpas e taxas exorbitantes. Apesar das reclamações crescentes, Ochoa e a sua equipa apostaram ainda mais na ilusão, levando ao inevitável colapso da IcomTech no final de 2019.

O procurador dos EUA, Damian Williams, sublinhando a gravidade da fraude, disse:

“A IcomTech foi um desses golpes de criptomoeda imitadores em grande escala e Ochoa, como suposto CEO, desempenhou um papel importante, levando a IcomTech à escala e, em última análise, prejudicando mais vítimas.”

Mas o martelo legal não recaiu apenas sobre Ochoa. A Commodity Futures Trading Commission (CFTC) também apresentou acusações contra ele e outros executivos da IcomTech, incluindo David Carmona, Juan Arellano Parra e Moses Valdez.

Nomeadamente, o esquema visava especificamente as comunidades de língua espanhola, destacando uma tendência preocupante de golpistas que exploram as barreiras linguísticas e a confiança cultural.

As of today, the market cap of cryptocurrencies stood at $1.591 trillion. Chart:  TradingView.com

A sentença de Ochoa, além de dois anos de libertação supervisionada e um confisco de US$ 914.000 em fundos obtidos ilegalmente, significa um foco crescente das autoridades dos EUA em coibir atividades fraudulentas no cenário criptográfico.

Série de golpes de alto perfil

Esta repressão ocorre em meio a uma série de casos de alto perfil, incluindo a recente confissão de culpa do ex-CEO da Binance, Changpeng Zhao, e os contínuos problemas legais do chefe deposto da FTX, Sam Bankman-Fried.

A saga da IcomTech serve como um conto de advertência, destacando a necessidade urgente de regulamentações robustas e educação dos investidores no espaço criptográfico. Embora a tecnologia tenha um imenso potencial, a sua natureza descentralizada também cria um terreno fértil para maus intervenientes.

À medida que os órgãos reguladores intensificam os esforços para responsabilizar os perpetradores, as práticas de investimento responsável e o pensamento crítico continuam a ser a melhor defesa contra ser vítima do próximo golpe criptográfico.

Imagem em destaque da Getty Images

Fonte

Leave a Comment