ÉTopSaber Notícias e Criptomoedas

Redes sociais

EUA transferem milhares de armas apreendidas do Irã para Ucrânia

Armas Ira Ucrania.jpg

Compartilhe:

Os EUA transferiram milhares de captações, rifles de precisão, lançadores de foguetes e centenas de milhares de munições apreendidas do Irã para a Ucrânia na semana passada, anunciou o Comando Central dos EUA nesta terça-feira (9).

A Ucrânia tem sofrido com a escassez de armas e munições no campo de batalha em sua guerra contra a Rússiacom os EUA incapazes de enviar mais equipamentos de seus próprios estoques até que mais financiamento seja aprovado pelo Congresso.

O CENTCOM disse que o material transferido para a Ucrânia é suficiente para equipar uma brigada ucraniana – cerca de 4 mil pessoas. “Essas armas ajudam a Ucrânia a se defender contra a invasão da Rússia”, disse o CENTCOM em um comunicado.

As munições foram originalmente apreendidas pelos militares dos EUA e seus parceiros “de quatro navios separados em trânsito sem Estado entre 22 de maio de 2021 a 15 de fevereiro de 2023” mas o governo dos EUA não obteve a propriedade do equipamento através do processo de confisco civil do Departamento de Justiça até dezembro do ano passado, disse a CENTCOM.

Não é a primeira vez que os EUA transferem equipamento militar iraniano apreendido para os ucranianos. Os EUA transferiram mais de um milhão de cartuchos de munição iraniana apreendida para as forças armadas ucranianas em outubro, informou a CNN anteriormente.

No ano passado, a Marinha dos EUA apreendeu milhares de fuzis de assalto iranianos e mais de um milhão de munições de navios usados ​​pelo Irã para enviar armas aos rebeldes houthis apoiados pelo Irã no Iêmen. As apreensões, frequentemente realizadas com forças parceiras regionais, têm como alvo pequenos embarques apátridas em rotas historicamente usadas para contrabandear armas para os houthis.

No último ano, a administração de Biden tem trabalho para enviar legalmente as armas apreendidas, que estão armazenadas nas instalações do CENTCOM em todo o Oriente Médio, para os ucranianos.

Fonte

Leave a Comment