Estratégia de Arbitragem com Contratos Futuros de Criptomoedas para Obter Lucros Durante Bear Markets.

0 1.320

Após a metade do mês de fevereiro, o mercado de criptomoedas sentiu um alívio ao ver uma forte valorização das principais criptomoedas, o que também ocasionou uma valorização de diversas altcoins.

Investidores e entusiastas de criptomoedas sentiram novamente a euforia das altas e muitos pensaram que o mais rigoroso inverno das criptomoedas havia chegado ao fim, e que a primavera e o verão das criptomoedas poderia estar a caminho. No entanto, após uma forte alta durante o período de 8 a 23 de fevereiro, no dia 24 a criptomoeda sofreu uma forte desvalorização caindo de aproximadamente $4.200 para $3800, e hoje, primeiro dia de março, está valendo aproximadamente $3.850.

A queda ocorreu mesmo com a notícia de uma grande compra de 80.000 bitcoins em contratos futuros na CME a longo prazo que havia ocorrido no dia 18 de fevereiro por investidores que estão acreditando na alta do preço do Bitcoin. Os contratos estão com vencimento para abril e quem fez essa compra acredita que o preço do bitcoin deve subir acima de $4.000.

Isso serve para nos mostrar que esse mercado é muito volátil e imprevisível. Mesmo com toda a euforia que ocorreu nas semanas passadas com uma forte alta do bitcoin e das demais criptomoedas, em um instante, o mercado pode mudar a tendência e voltar a cair, pegando investidores desavisados que podem sofrer prejuízos financeiros se não estiverem preparados.

Como discutido em um artigo anterior, é importante que os traders utilizem as soluções disponíveis no mercado para se prevenir e conseguir minimizar o impacto causado por essas variações bruscas nos preços dos criptoativos. Para se proteger e mitigar os riscos, investidores podem e devem lançar mão de recursos de proteção. O termo técnico para esses recursos é hedge.

Assim, a utilização de avançadas plataformas de negociação que oferecem uma grande variedade de ativos e opções de negociação tanto comprado (long) como vendido (short), é fundamental para enfrentar esse tipo de mercado de alto risco e volatilidade.

Para enfrentar esse mercado e também proteger seus criptoativos, de acordo com Piotr Arendasrki Ph.D. em Finanças, Economista-Chefe da BBOD, é interessante a utilização de estratégias de trade.

Os traders geralmente estão acostumados a operar em exchanges a vista, onde as pessoas geralmente trocam moeda Fiat por criptomoedas e compram e vendem de acordo com o seu sentimento, tentando acertar se um ativo terá alta ou baixa. Geralmente esses traders compram os ativos e esperam uma valorização para vender mais alto. O problema dessa estratégia é quando o mercado está em tendência de baixa e esse trader pode ter prejuízos se ele manter suas criptomoedas. Uma maneira interessante de contornar esse problema e tentar obter lucro mesmo com a queda dos ativos, é fazer a utilização de plataformas que permitem a negociação de forma vendida (short), ou seja, o trader poderá ganhar mesmo com a queda do ativo.

Além disso, as Plataformas de Negociação geralmente oferecem alavancagem, que as vezes chegam até 100x.  Isso significa que os traders podem depositar apenas uma fração das moedas necessárias para abrir a posição desejada.

Por exemplo, se um trader depositar $100 e a operar com alavancagem de 40x é a mesma coisa dele estar operando com $4.000 ou um Bitcoin inteiro. Porém, isso também aumenta o risco da operação e uma variação no preço pode causar a liquidação e a perda do valor investido.

Embora seja muito difícil prever a taxa de câmbio do BTC/USD, uma boa maneira de evitar riscos e ainda ganhar dinheiro, é usar a Arbitragem entre duas taxas de câmbio e uma plataforma de negociação, e esperar até que os preços se cruzem. Na Arbitragem, o trader pode comprar um ativo em baixa na bolsa #1 e vender em alta na bolsa #2, ganhando a diferença.

Como ganhar dinheiro com Arbitragem?

O exemplo a seguir explica isso:

Se o trader já tem um bitcoin no valor de $4.000 e deseja manter o valor desse bitcoin em dólares garantindo que uma variação brusca não interfira em seu valor, ele pode por exemplo, manter esse ativo em sua carteira pessoal, ou no caso dele ainda não ter um bitcoin, comprar um bitcoin em qualquer Exchange, por exemplo, BitcoinTrade, FoxBit, 3xBit, MercadoBitcoin, entre outras, e manter esse bitcoin em sua carteira pessoal ou na exchange, como ele desejar.

Então, para minimizar os impactos de uma variação de preço, esse trader pode usar estratégias de Arbitragem e fazer um depósito em uma plataforma de trade que oferece opções de alavancagem, como por exemplo, a BBOD, a Bitmex, entre outras. Desta forma, ele terá um bitcoin no valor de $4.000 e um depósito no valor de $100 em uma dessas plataformas de trade. Como visto abaixo:

- Na Exchange (binance, poloniex, coinbase, etc): Depósito 4.000 USD

- Na Plataforma de Trade (BBOD, Bitmex, etc): Depósito 100 TUSD

No total, serão 4.100 USD (assumimos que o valor de USD é igual a TUSD, o que geralmente é o caso).

Vamos supor que em um momento, as taxas de câmbio são as seguintes:

- Na Exchange (binance, poloniex, coinbase, etc): 1 BTC = 4.000 USD

- Na Plataforma (BBOD, Bitmex e etc): 1 BTC = 4.050 TUSD

Você pode ver que há uma diferença de preço temporária e você quer vender alta e comprar baixa e esperar que os preços se cruzem.

Neste caso, o trader pode comprar um bitcoin e pagar $4.000 em uma exchange normal, ou se ele já tiver bitcoin e desejar manter esse bitcoin em sua carteira pessoal com o preço de momento de $4.000. Ele pode acessar uma plataforma de trade e fazer uma Operação Vendida (short) em contratos futuros de Bitcoin/TUSD usando seu depósito de 100 USD. Ele pode abrir um contrato de venda com alavancagem de BTC no valor de 4.050 TUSD. Com apenas 100 USD, ele abre uma ordem de venda alavancada de bitcoin no valor de 4.050 TUSD. Assim:

- Na Exchange (binance, poloniex, coinbase, etc): Compre 1 BTC e pague 4.000 USD

- Na Plataforma (BBOD, Bitmex, etc): Venda (short) um contrato futuro em BTC/TUSD à taxa de 1 BTC = 4.050 TUSD

Vamos supor que em um outro momento as taxas de câmbio sejam as seguintes:

- Na Exchange (binance, poloniex, coinbase, etc): 1 BTC = 3.050 USD

- Na Plataforma (BBOD, Bitmex, etc): 1 BTC = 3.000 TUSD

Assim, o valor em USD do BTC na Exchange comum caiu, mas não se preocupe, pois o trader vendeu um contrato de futuros, então acabou ganhando dinheiro com essa posição.

Se o trader tivesse apenas mantido aquele seu bitcoin no “hold” imaginando que ele fosse se valorizar durante o período, ele teria tido um prejuízo de quase $1.000, pois o bitcoin, que no momento de compra valia $4.000, agora estaria valendo apenas $3.050. No entanto, ele utilizou uma estratégia de trade para preservar o valor do seu capital e abriu um contrato de venda de futuros utilizando a alavancagem em uma pequena quantia em relação ao seu capital investido. Ele abriu uma ordem de venda (short) e acabou preservando o valor do seu ativo e ainda gerou um pequeno lucro, como pode ser visto abaixo:

- Na Exchange (binance, poloniex, coinbase, etc): Venda 1 BTC por 3.050 USD

- Na Plataforma (BBOD, Bitmex, etc): Compre (go long) um contrato de futuros em BTC/TUSD à taxa de 1 BTC = 3.000 TUSD – Ou seja, encerre a operação vendida que estava aberta em 4.050.

Na plataforma de trade (BBOD, Bitmex, etc), o lucro/prejuízo realizado é o seguinte:

Lucro/prejuízo = (Preço de Saída — Preço de Entrada) * Tamanho.

ou com números:

Lucro/prejuízo = (3.000–4.050) * -1 = 1.050 TUSD

(-1 significa que você vendeu o contrato, +1 seria se você comprasse o contrato)

Desta forma, após todas as operações, o resumo das contas seria o seguinte:

- Na Exchange (binance, poloniex, coinbase, etc) = 3.050 USD

- Na Plataforma (BBOD, Bitmex, etc) = 100 TUSD (depósito inicial) + 1.050 TUSD (lucro contrato vendido) = 1.150 TUSD

Desta forma, o trader poderia retirar $3.050 da Exchange e sacar $1.150 da plataforma de trade. Apesar de ter perdido valor de seu bitcoin inteiro que era a maior porcentagem de seu investimento, ele usou a alavancagem e teve lucro na plataforma de trade. Ele investiu apenas 100 USD em uma operação vendida e poderá sacar 1.150 mesmo com a queda no BTC.

Resumindo, ele teria feito um depósito total de $4.000 ou teria mantido seu bitcoin no “hold”, e feito mais um depósito de $100 na plataforma de trade. E faria uma retirada total no valor de $3.050 na Exchange ou manteria seu bitcoin inicial a $3.050, e sacaria também 1.150 dólares da Operação vendida na plataforma de trade.

Saque na Exchange (binance, poloniex, coinbase, etc) = 3.050 USD

Saque na Plataforma (BBOD, Bitmex, etc) = 100 TUSD (depósito) + 1.050 TUSD (lucro operação vendida) = 1.150 TUSD

Com um investimento de 4.100, ele poderia fazer um saque de 4.200 se tudo ocorresse desta forma, ou seja, teria um lucro de $100.

Resumo final

Depósito total = 4.000 USD + 100 TUSD = 4.100 USD
Retirada total: 3.050 USD + 1.150 TUSD = 4.200 USD

Lucro: 100 USD

Você deve notar que o trader operou vendido (short) no contrato de futuros em uma plataforma de trade. Embora o preço do bitcoin tenha caído no mercado a vista, o trader obteve lucro. Isso se deve ao fato dele ter feito um lucro maior em um contrato de futuros nas plataformas de trade (BBOD, Bitmex, etc). Esse lucro superou a perda que ele teve no mercado à vista (spot) nas exchanges comuns.

Os preços entre BTC/USD e BTC/TUSD mudam e se cruzam constantemente. A mágica é detectar quando há uma diferença de preço significativa, aplicar a estratégia de Arbitragem e esperar até que o cruzamento dos preços.

Como pode ser visto no exemplo acima, a utilização da técnica de arbitragem e das ferramentas oferecidas pelas plataformas de trade, como a alavancagem e os contratos futuros, podem ser excelentes para se manter o preço de determinado ativo e mitigar a desvalorização de um ativo durante um mercado de baixa (bearmarket).

Algumas plataformas têm restrição de acesso em alguns países, mas algumas opções já estão disponíveis no Brasil.

Visto a importância da utilização dessas plataformas, cabe também salientar que cada plataforma tem suas características, vantagens e desvantagens, e é importante que os traders analisem as opções disponíveis no mercado e escolham uma plataforma que ofereça os melhores benefícios e segurança para eles.

No quadro abaixo, podemos ver uma comparação das principais plataformas que oferecem opções de contratos futuros.

É possível identificar que cada plataforma tem suas características e limitações, cabendo ao trader escolher a plataforma que pode oferecer mais vantagens. Uma questão interessante na comparação dessas plataformas, é em relação ao número de criptoativos disponíveis, pois algumas plataformas oferecem contratos futuros em apenas alguns ativos. Além disso, a alavancagem máxima permitida e o número de feeds de dados para cálculo do índice são quesitos importantes. Se o índice for baseado em apenas algumas exchanges, o preço pode variar drasticamente se aquela Exchange tiver uma operação em maior escala. Então, quanto mais feeds usados para cálculo do índice, mais fidedigna será a avaliação do preço real do ativo.

A moeda de depósito ou liquidação é algo importante ao escolher uma plataforma, pois se a moeda de depósito ou liquidação for uma criptomoeda como o Bitcoin ou Ethereum, o valor da transação acaba não sendo o mesmo do exemplo acima, pois a moeda poderá sofrer com a desvalorização do mercado. Já no caso da plataforma BBOD, isso não ocorrerá pois ela oferece a opção de contratos futuros em moeda estável TUSD, mantendo assim o valor original da transação com paridade no valor do dólar.

Desta forma, podemos concluir que essas avançadas plataformas de trade são excelentes para os traders, podendo ajudá-los a mitigar os riscos nesse mercado extremamente volátil das criptomoedas.

Aviso: O conteúdo apresentado neste artigo não se trata de recomendação, indicação e/ou aconselhamento de investimento, sendo de única e exclusiva responsabilidade do investidor a tomada de decisão.

Este conteúdo é fornecido apenas para fins informativos e educativos e não deve ser considerado como recomendação do Portal É TopSaber.

Compartilhe sua opinião.

%d blogueiros gostam disto: