Elon Musk lembra aos seguidores que ele realmente não é o mestre de Dogecoin

0 166

O CEO da Tesla, Elon Musk, lembrou aos seguidores do Twitter na terça-feira que, apesar do interesse recente que ele teve no Dogecoin (DOGE), ele ainda não tem autoridade formal sobre o projeto.

Musk estava respondendo a um comentário de um relato com o tema Doge, que opinava que ele passara a operar a Dogecoin como uma de suas próprias empresas e que na prática se tornaria o CEO do projeto.

O comentário enquadrou a influência de Musk como algo a ser celebrado, mas o autoproclamado “Dogefather” lembrou que na verdade ele não é o chefe e que ninguém realmente responde a ele.

“Observe que a Dogecoin não tem uma organização formal e ninguém se reporta a mim, então minha capacidade de agir é limitada”, escreveu Musk.

Os resultados de uma pesquisa recente conduzida na Austrália revelaram que mais de 50% dos entrevistados acreditavam que Elon Musk era o inventor do Bitcoin (BTC), sugerindo que seu lembrete Dogecoin recente pode ser bem avaliado.

Dogecoin é um meme na forma de criptomoeda criado por motivos puramente humorísticos. Depois de ser lançada em 2013, a piada acabou desaparecendo, e a moeda desapareceu em relativa obscuridade até que Elon Musk a encontrou em 2020. Entrando no movimento de uma piada com a melhor parte de uma década, os tweets subsequentes de Musk foram creditados por bombar o valor do Doge durante grande parte de 2021.

Outros atribuíram a culpa a Elon Musk pelo que é percebido como uma oscilação irresponsável dos mercados de criptomoedas. Uma petição no Change.org foi lançada em meio ao crash do mercado em meados de maio exigindo que Musk vendesse seus ativos Bitcoin e se desfizesse da esfera da criptomoeda antes que seus tweets causassem mais comoção indesejada.