É Top Saber - Notícias e Análises

Redes sociais

Do Kwon, criador da LUNA, moveu o bitcoin da LFG após mandado de prisão

Do Kwon, criador da LUNA, moveu o bitcoin da LFG após mandado de prisão

Compartilhe:

Conforme observado nos últimos dias, as autoridades estão com grande empenho em realizar a prisão de Do Kwon por alegações de violação da lei do mercado de capitais. O rosto por trás do ecossistema Terra continua nos holofotes com acusações de estar foragido. 

Segundo os promotores, a Interpol adicionou Kwon à sua lista de avisos vermelhos na segunda-feira (26). Ou seja, o cofundador da Terraform Labs é um fugitivo procurado em 195 países.

No entanto, o mesmo apontou, através de um post no Twitter, que não está fazendo nenhum esforço para se esconder. Mas esse não é o único detalhe que chamou a atenção em torno da “celebridade cripto”. 

Do Kwon, supostamente, moveu seus bitcoins da carteira da Luna Foundation Guard (LFG). Isso porque os promotores sul-coreanos estão com a meta de congelar US$67 milhões em BTC vinculados ao empresário. 

Um dos fatores que comprova esse empenho é o pedido da Procuradoria do Distrito Sul de Seul que pediu à KuCoin e à OKX que congelassem 3.313 Bitcoins que foram adquiridos pela LFG.

Embora não esteja registrada na Coreia, a KuCoin decidiu acatar o pedido das autoridades. Por outro lado, a OKX se manteve em silêncio até o momento da escrita do artigo. 

Mas por que a LFG tinha bitcoin?

A fundação comprou a criptomoeda primária com o intuito de se proteger da volatilidade do mercado. O BTC foi adquirido para manter a paridade da antiga stablecoin do ecossistema USTC, com o dólar americano. 

Nesse caminho, a LFG conseguiu arrecadar US$3,5 bilhões em bitcoin antes da explosão da Terra, em maio de 2022. Para tentar conter o colapso, a fundação teria gasto US$1 bilhão do valor mencionado. Mas há controvérsias sobre essa venda ter sido mesmo realizada. Afinal, nenhuma prova foi apresentada. 

Do Kwon movendo bitcoins

As informações de que o cofundador da Terra estava fazendo esses movimentos vieram das investigações da CryptoQuant. 

A Crypto Quant apontou que 3313 BTC na carteira LFG foram transferidos para Kucoin entre 15 a 18 de setembro e 1959 BTC para OKX no mesmo período. Do Kwon teria, supostamente, escondido algumas das reservas do LFG para se proteger de uma possível prisão. 

Leia também: Grand Theft Auto V e Minecraft agora dá a possibilidade de interagir com NFTs.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *