ÉTopSaber Notícias e Criptomoedas

Redes sociais

Core Scientific rejeita oferta de compra de US$ 1 bilhão da CoreWeave

Core Scientific 1.jpg

Compartilhe:

A Core Scientific (CORZ) tem rejeitado uma oferta de aquisição “não solicitada” de US$ 1 bilhão da CoreWeave, considerando-a significativamente subvalorizada e não no melhor interesse de seus acionistas. A proposta, que oferecia US$ 5,75 por ação, veio logo após as duas empresas assinado uma série de contratos de 12 anos para a Core Scientific fornecer 200 megawatts de infraestrutura para dar suporte à computação de alto desempenho (HPC) da CoreWeave IA Serviços.

De acordo com a Core Scientific, o conselho, em consulta com consultores financeiros e jurídicos independentes, concluiu que a proposta não refletia as perspectivas de crescimento da empresa e o potencial de criação de valor a longo prazo. Também fez questão de esclarecer que a oferta era “não solicitada”, utilizando o termo no título do seu comunicado de imprensa.

A Core Scientific pretende trabalhar na execução dos contratos anunciados anteriormente com a CoreWeave, que deverão gerar mais de US$ 3,5 bilhões em receitas acumuladas. Os acordos marcaram uma mudança estratégica para a Core Scientific, tradicionalmente conhecida por suas operações de mineração de bitcoin, à medida que se diversifica no espaço de data center de IA.

As ações da CORZ eram negociadas a cerca de US$ 4,84 antes do anúncio da parceria e posteriormente subiram para cerca de US$ 7,15. A oferta da CoreWeave de US$ 5,75 por ação está bem acima do preço das ações da Core Scientific antes do anúncio da parceria, mas inferior aos preços atuais, indicando que o conselho acredita que o preço de suas ações não está superinflacionado devido ao seu novo acordo.

A CoreWeave financiará todos os investimentos de capital necessários para as modificações da infraestrutura, estimados em US$ 300 milhões, que serão creditados contra pagamentos de hospedagem até serem totalmente reembolsados. Prevê-se que esta parceria gere uma receita média anual de aproximadamente US$ 290 milhões, aumentando o poder de ganhos da Core Scientific e impulsionando valor para o acionista.

A decisão da empresa de rejeitar a oferta de compra enfatiza sua confiança na mineração de Bitcoin e apenas nos benefícios estratégicos da parceria CoreWeave. O CEO Adam Sullivan destacou que a demanda por locais de alta potência continua a superar a oferta, posicionando a Core Scientific para atender às necessidades dos clientes de forma mais eficaz do que projetos de data centers novos. A parceria permite que a Core Scientific equilibre seu portfólio entre mineração de Bitcoin e hospedagem computacional alternativa, maximizando o fluxo de caixa e minimizando o risco, ao mesmo tempo que mantém uma exposição significativa ao potencial de valorização do Bitcoin.

A mudança da Core Scientific em direção à infraestrutura de IA coincide com o recente evento de redução do Bitcoin pela metade, que reduziu as recompensas dos mineradores e pressionou as empresas de mineração a encontrar fontes alternativas de receita. A recuperação financeira da empresa, após um Falência de 13 meses processo de reestruturação, foi reforçado por um aumento substancial nos preços do Bitcoin e nas taxas de hash. As ações da Core Scientific, que voltaram a ser negociadas na Nasdaq em Janeiro, obtivemos ganhos significativos, refletindo a confiança dos investidores na direção estratégica da empresa.

A parceria com a CoreWeave baseia-se em uma história de colaboração bem-sucedida entre as duas empresas, que remonta a 2019. No início deste ano, a Core Scientific entregou 16 MW de capacidade de hospedagem HPC para a CoreWeave antes do previsto em seu novo data center em Austin. A colaboração contínua ilustra a importância estratégica da IA ​​e da computação em nuvem nos planos futuros da Core Scientific.

Mencionado neste artigo

Fonte

Leave a Comment