ÉTopSaber Notícias e Criptomoedas

Redes sociais

Colômbia suspende chanceler Álvaro Leyva por três meses

Tagreuters.com2024binary Lynxmpek0n0s1 Filedimage.jpg

Compartilhe:

A Procuradoria Geral da Colômbia suspendeu por três meses o ministro das Relações Exteriores, Álvaro Leyva, por supostas irregularidades em licitações relacionadas a passaportes, disse o órgão de controle nesta quarta-feira (24).

O ministro decidiu anular a licitação em 2023, depois que apenas uma empresa internacional, a Thomas Greg & Sons, se apresentou como concorrente, o que obrigou o governo Colômbianão adotaria uma medida de emergência com base em que a mesma empresa continuaria produzindo os passaportes até que uma nova licitação fosse convocada.

O governo da Colômbia argumentou que não poderia vincular o contrato porque apenas uma empresa havia entrado na concorrência, o que, de acordo com especialistas, era, sim, possível.

A acusação e a destituição provisória da carga foram decisões tomadas para evitar a possível reiteração das infrações disciplinares atribuídas a Leyva, considerando seu papel como organizador das despesas da Chancelaria e como diretor do novo processo contratual em andamento para o gerenciamento dos passaportes, disse a Procuradoria.

Não foi possível, num primeiro momento, obter comentários do chanceler, que está fora do país em missão relacionada a sua carga, nem do governo.

Também não houve comentários da empresa envolvidos no caso.

Fonte

Leave a Comment