ÉTopSaber Notícias e Criptomoedas

Redes sociais

Bitcoin vê queda dramática abaixo de US$ 65 mil em quatro horas

Bitcoin Leverage 1.jpg

Compartilhe:

Bitcoin (Bitcoin) atingiu um mínimo de 24 horas de US$ 64.760 em 21 de março – apenas 18 horas depois de atingir um máximo diário de US$ 68.120.

A maior parte da queda ocorreu em um período mais curto, com o BTC caindo 3,2%, de US$ 66.906 para US$ 64.760 em três horas. O Bitcoin havia se recuperado apenas ligeiramente acima da marca de US$ 65.000 até o momento desta publicação, com a pressão descendente permanecendo no mercado.

A principal criptomoeda estava sendo negociada a US$ 65.131 às 20h50 UTC, com valor de mercado de US$ 1,28 trilhão – representando uma queda geral de 3% nas últimas 24 horas. Apesar dos mínimos diários do Bitcoin, seu preço permanece no máximo em 27 meses.

O resto do mercado viu principalmente quedas semelhantes, com quase todas as dez principais moedas caindo de 3% a 5% nas últimas horas.

Solana experimentou uma das maiores quedas, caindo de sua máxima local de US$ 195 para uma mínima diária de US$ 176, antes de se recuperar ligeiramente para US$ 179 no momento desta publicação.

Enquanto isso, Ethereum a redução foi menos severa, com o preço caindo apenas de US$ 3.593 para US$ 3.421 durante o período. A segunda maior criptografia por valor de mercado estava sendo negociada a US$ 3.500 no momento desta publicação.

Longa declaração

As posições longas de Bitcoin sofreram pesadas liquidações de cerca de US$ 14 milhões nas últimas quatro horas, em comparação com US$ 3 milhões em posições vendidas, indicando um forte influxo de impulso de baixa no mercado após a recuperação do mercado.

Enquanto isso, as liquidações totais ao longo do período, incluindo todo o mercado, ficaram em US$ 46,27 milhões, com os longos representando US$ 36,39 milhões.

O mercado permaneceu extremamente volátil desde 18 de março, em meio a uma correção após o aumento do Bitcoin para um novo máximo histórico de US$ 73.881 semanas antes do halving. A manifestação causou

As últimas 24 horas pintam um quadro vívido de volatilidade, com um total de US$ 192,1 milhões sendo liquidados do mercado, com posições compradas e vendidas representando US$ 111,03 milhões e US$ 81,07 milhões, respectivamente.

Entradas de ETF desacelerando

O Bitcoin tem lutado para sustentar uma forte recuperação de volta ao seu máximo histórico em meio a vendas sustentadas em tons de cinza no valor de bilhões de dólares. O ETF Bitcoin à vista da empresa vendeu cerca de 261.564 BTC desde seu lançamento em janeiro, sem um único dia de entradas.

A maior parte da pressão de venda foi combatida pelos ETFs Newborn Nine, que viram recorde desempenho e afluências desde a sua criação. Os ETFs acumularam centenas de milhares de BTC em menos de três meses e levaram a demanda a máximos históricos.

No entanto, os fluxos dos Nove Recém-Nascidos sofreram um declínio acentuado durante a semana passada, em meio ao declínio do mercado, resultando em saída líquida consecutiva dias. Os ETFs registraram apenas US$ 125,0 milhões em entradas em 20 de março, em comparação com US$ 386,6 milhões em saídas de GBTC – totalizando US$ 261,6 em saídas líquidas gerais.

Dados do mercado Bitcoin

No momento da imprensa 22h25 UTC de 21 de março de 2024, Bitcoin está classificado em primeiro lugar por valor de mercado e o preço é abaixo 3,23% nas últimas 24 horas. Bitcoin tem uma capitalização de mercado de US$ 1,29 trilhão com um volume de negociação de 24 horas de US$ 46,06 bilhões. Saiba mais sobre Bitcoin ›

Resumo do mercado criptográfico

No momento da imprensa 22h25 UTC de 21 de março de 2024o mercado total de criptografia é avaliado em US$ 2,5 trilhões com um volume de 24 horas de US$ 124,92 bilhões. O domínio do Bitcoin está atualmente em 51,61%. Saiba mais sobre o mercado de criptografia ›

Mencionado neste artigo

Fonte

Leave a Comment