É Top Saber - Notícias e Análises

Redes sociais

Bitcoin: como os investidores estão reagindo com o BTC violando US$ 30 mil no lado negativo

Compartilhe:

Bitcoin, pela primeira vez, não levou o mercado à queda, pois a razão por trás da queda dos preços das criptomoedas foi dupla. Um foi o medo crescente em torno da inflação crescente e uma possível recessão, e o segundo foi a queda da maior stablecoin descentralizada e não colateralizada TerraUSD (UST).

Bitcoin faz novos recordes

O último resultou na venda de quase US$ 3 bilhões em BTC em cinco dias da Luna Foundation Guard Reserve, deixando o saldo das reservas de US$ 10 bilhões em apenas US$ 110,82 milhões.

No caso do primeiro, parece que os investidores começaram a tratar o Bitcoin como um ativo de risco, e é por isso que a maioria dos investidores parece tê-lo vendido para proteger sua posição de lucros ou minimizar perdas.

E faz sentido, já que a moeda do rei e o mercado de ações agora compartilham uma correlação de quase 0,58, de acordo com dados obtidos pela CoinMetrics em abril de 2022.

Correlação do Bitcoin com o S&P 500 | Fonte: CoinMetrics

Independentemente disso, os investidores venderam cerca de 100 mil BTC no período de cinco dias, totalizando US$ 3,17 bilhões. A mudança fez sentido, pois ontem marcou o dia em que os detentores de Bitcoin sofreram o maior número de perdas que já tiveram na história do Bitcoin.

Com mais de 61 mil BTC valendo mais de US$ 1,94 bilhão, observando perdas em toda a rede, não se esperava que os investidores tivessem muito otimismo.

Perdas em toda a rede Bitcoin | Fonte: Santiment – ​​AMBCrypto

Essa falta de apoio era visível em seu sentimento. Mesmo aqueles que compraram seu Bitcoin a preços abaixo de US$ 30 mil ficaram desanimados ontem, já que a recuperação de um ponto tão baixo levará tempo, matando seus lucros. Consequentemente, a falta de otimismo em relação ao Bitcoin caiu para o ponto mais baixo desde fevereiro de 2020.

Sentimento do investidor Bitcoin | Fonte: Santiment – ​​AMBCrypto

De fato, mesmo as baleias que seguram Bitcoin atingiram seu ponto mais alto em termos de atividade quando as transações no valor de mais de US$ 100 mil atingiram o pico de 3,5 mil, o mais observado desde janeiro deste ano, quando o BTC caiu para a marca de US$ 30 mil.

Ação do preço do Bitcoin | Fonte: TradingView – AMBCrypto

Com o mercado mais amplo sentado com medo absoluto no momento, levará um tempo até vermos alguma atividade positiva deles. O índice de medo atingiu seu ponto mais baixo pela segunda vez este ano e, até que algum otimismo retorne ao mercado, é melhor que os investidores mantenham seus ativos.

Índice de medo e ganância de criptomoedas | Fonte: Alternativo

Fonte

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.