Bitcoin Cash sofre ataque 51% e mineradores desfazem transação.

3 1.053

Duas pools de mineração do Bitcoin Cash (BCH) fizeram o que é conhecido como ataque de 51% na rede para desfazer a transação de um outro minerador.

No dia 15 de maio ocorreu um hard fork na rede do Bitcoin Cash.duas pools de mineração (BTC.com e BTC.top) fizeram uma operação para parar um minerador desconhecido na rede de tomar o controle de moedas que não eram dele.

O que aconteceu é que no dia do hard fork alguém conseguiu tirar vantagens de um bug que não tinha relação com o upgrade da rede que causou a divisão da rede e os mineradores estavam minerando blocos vazios por um curto período de tempo.

Nesse caso, o ataque de 51% foi feito, não para que quem realizou o ataque tenha vantagens ou até moedas, mas para reverter um “roubo” na rede.

Mesmo assim, isso tem sido muito discutido no meio cripto.

Como duas pools de mineração tem o poder de desfazer transações?

Um desenvolvedor do Bitcoin Cash, usando o apelido Kiarahpromises, colocou em um artigo de 17 de maio:

“Coordenar uma reorganização para reverter as transações do desconhecido. Este é um ataque de 51%. O pior ataque possível. Está no whitepaper. Que tal (minerador e desenvolvedor) descentralizado e não-censurável? Apenas quando conveniente?

O Ataque:

Os detalhes internos do ataque das pools de mineração (assim como o ataque que provocou o ataque) são complicados.

“Desde a divisão original em 2017, tem havido um número significativo de moedas acidentalmente enviadas para endereços ‘qualquer um pode gastar’ (devido à compatibilidade [transacional] de sigs, mas não #SegWit em #BCH), ou possivelmente elas foram reproduzidas do #Bitcoin na rede #BCH, disse Guy Swann, apresentador de podcasts bitcoin, explicando a situação no Twitter.

Mas uma vez que uma mudança de código foi removida durante o hard fork do bitcoin cash no dia 15 de maio, essas moedas foram repentinamente gastáveis ​​“basicamente entregando as moedas aos mineradores”, acrescentou ele.

O atacante desconhecido decidiu tentar pegar as moedas. Foi quando a BTC.top e a BTC.com entraram em ação para reverter essas transações.

“Quando o minerador desconhecido tentou tomar as moedas, [BTC.top e BTC.com] viram e imediatamente decidiram reorganizar e remover essas [transações], em favor de suas próprias [transações], gastando as mesmas moedas P2SH [e] muitos outras ”, continuou Swann.

Mas alguns usuários do bitcoin cash argumentam que essa era a coisa certa a fazer.

“Esta é uma situação muito infeliz, mas é também o que a prova de trabalho (PoW) realmente é. Os mineradores, neste caso, optaram por abandonar o bloqueio de prohas e pelo que ouvi, é porque consideraram que uma transação dentro dele era inválida ”, respondeu Jonathan Silverblood, apoiador do bitcoin cash.

Ainda assim, outros pensam que isso é um mau sinal para o bitcoin cash, argumentando que o evento demonstra que a criptomoeda é muito centralizada.

No entanto, o segmento de um ataque de 51 por cento é uma preocupação compartilhada entre as redes de criptomoeda de prova de trabalho (e, como mencionado acima, algumas blockchains foram deixadas expostas devido à queda das taxas de hash). Por exemplo, metade do poder de hashing atual do bitcoin é dividido entre apenas três pools de mineração, de acordo com o site de estatísticas Blockchain.

Não muito tempo atras, estávamos falando sobre a intenção de alguns em fazer um ataque 51% na rede do bitcoin para desfazer o hack na binance.

Fonte Coindesk

Compartilhe sua opinião.

%d blogueiros gostam disto: