ÉTopSaber Notícias e Criptomoedas

Redes sociais

Ataque no sul do Líbano deixa 1 morto e vários feridos

1718328377 2024 06 01t124122z 1 Lop731501062024rp1 Rtrmadp Baseimage 960x540 Israel Palestinians North Smoke.jpg

Compartilhe:

Pelo menos uma mulher morreu depois de um ataque de um “avião de guerra hostil” no sul do Líbano em uma casa, de acordo com um representante do hospital Jabal Amal na cidade libanesa Tiro e da Agência Nacional de Notícias do Líbano (NNA).

O ataque ocorreu cerca de 20 quilômetros ao norte da fronteira do Líbano com Israel.

A mulher fazia parte de um grupo de pelo menos 10 pessoas que ficaram feridas.

Ambulâncias transportaram os civis feridos para hospitais na cidade libanesa Tiro, informou a NNA, nesta quinta-feira (13).

Segundo a agência de notícias do Líbano, há forte presença aérea de aeronaves “inimigas” no país.

As trocas de hostilidades entre as forças israelenses e o Hezbollah se intensificaram desde a noite de terça-feira (11), quando Israel atingiu um prédio em Jwaya, no sul do Líbano.

A Ofensiva matou quatro militantes do Hezbollah, incluindo Talib Abdalla, um importante comandante sênior.

Na quarta (12) e nesta quinta-feira (13) aconteceram alguns dos maiores ataques e contra-ataques desde o início das hostilidades entre o Hezbollah e Israel em 8 de outubro, um dia após o início da guerra em Gaza.

A CNN Entrei em contato com as Forças de Defesa de Israel para comentar.

Mais cedo nesta quinta-feira, o Exército israelense disse que 40 foguetes foram disparados contra o norte de Israel e as Colinas de Golã ocupadas, causando ao menos dez incêndios.

Os foguetes foram lançados do norte do Líbano. O Hezbollah, que é apoiado pelo Irã, reivindicou a responsabilidade pelo ataque.

O grupo disse que atingiu seis quartéis militares israelenses usando foguetes Katyusha e Falaq e usou três drones. O Hezbollah afirmou que atingiu as bases com os drones.

Os lançamentos desta quinta-feira ocorreram depois que mais de 200 foguetes foram disparados do Líbano para Israel na quarta-feira (12)de acordo com o IDE.

O Hezbollah assumiu a responsabilidade por alguns dos disparos de quarta, destacando que foram em resposta a um assassinato realizado pelo FDI no sul do Líbano.

Fonte

Deixe um comentário