FBI prende CEO da AriseBank com mais de US $ 4 milhões em fraude de criptomoedas.

CEO do primeiro "bando de criptomoedas" é prezo e pode pegar até 120 anos se condenado.

0 400

O promotor norte-americano do Distrito Norte do Texas anunciou que o CEO, Jared Rice Sr do AriseBank, foi preso pelo FBI na quarta-feira, por mais de 4 milhões de dólares relacionados a fraudes com criptomoedas.

O AriseBank, autodenominado como o lar do primeiro banco de ativos digitais com mais de 700 criptomoedas, foi acusado de operar ilegalmente, sem autorização para operar serviços bancários no Texas, sem seguro FDIC e sem parceria com a Visa, apesar de oferecer aos clientes tanto contas bancárias com seguro FDIC, como cartões de débito e crédito com Visa.

CEO do AriseBank engana os investidores.

Rice supostamente mentiu a possíveis investidores, alegando que a empresa, que ele chamou de “primeira plataforma bancária descentralizada”, ofereceria contas bancárias seguradas pelo FDIC e cartões de débito e crédito vinculados ao Visa, além de serviços de criptografia baseados no próprio símbolo AriseCoin.

No entanto, na realidade, o AriseBank não estava autorizado a realizar serviços bancários no Texas, não era segurado pelo FDIC e não tinha parceria com a Visa, afirma o Departamento de Justiça.

Antes da acusação atual, Rice havia se declarado culpado de acusações criminais em conexão com um esquema anterior de negócios relacionados à Internet. Segundo o procurador dos EUA, o réu pode pegar até 120 anos em prisão federal, caso seja condenado.

Erin Nealy Cox, a Procuradora dos EUA para o Distrito Norte do Texas, disse:

“Meu escritório está comprometido com a aplicação do estado de direito no espaço da criptomoeda. O Distrito Norte do Texas não tolerará esse tipo de engano flagrante – on-line ou não”.

 

Fonte newsbtc

Compartilhe sua opinião.

%d blogueiros gostam disto: