ÉTopSaber Notícias e Criptomoedas

Redes sociais

Argentina expulsar brasileiro que estaria ligado ao criminoso mais procurado do Equador

2024 01 19t181945z 1 Lynxmpek0i0nm Rtroptp 4 Ecuador Violence Argentina.jpg

Compartilhe:

O governo da Argentina informou nesta segunda-feira (13) ter expulsado de seu território um brasileiro e outros 11 estrangeiros que estariam ligados a Adolfo “Fito” Macías, o criminoso mais procurado do Equador.

Entre os estrangeiros expulsos também são um colombiano e dez equatorianos. Segundo a Casa Rosada, eles foram descobertos pela Gendarmeria Nacional, uma das forças de segurança federais da Argentina.

“Os imigrantes ilegais foram descobertos pela Gendarmeria Nacional e estavam escondidos dentro de um caminhão na província de Córdoba”, disse o porta-voz do governo argentino, Manuel Adorni.

A Casa Rosada não informou o nome nem o destino do brasileiro expulso. Questionado pela CNN sobre a identidade e destino do deportado, além de se haver contatos com autoridades brasileiras sobre o caso, o ministério da Segurança da Argentina ainda não se manifestou.

Segundo Adorni, a expulsão “é parte da limpeza do narcoterrorismo” que o governo argentino estaria realizando.

Em janeiro, de Macías, que também estava em Córdoba, foram familiares expulsos do país e enviados para o Equador. Em abril, os advogados de Macías, que segundo o governo argentino tinham antecedentes criminosos relacionados ao tráfico de armas, também foram expulsos.

José Adolfo Macías Villamar, conhecido como “Fito”, é líder do grupo criminoso Los Choneros, um cartel de drogas equatoriano e considerado um dos criminosos mais perigosos de seu país.

Fito, que está condenado a 34 anos de prisão, fugiu da penitenciária onde esteve em janeiro, em meio a uma onda de violência, o que levou o presidente do Equador Daniel Noboa a decretar Estado de Emergência no país.

As autoridades atribuem à gangue Los Choneros extorsões, assassinatos e tráfico de drogas, além do controle de prisões no Equador.

Fonte

Leave a Comment